sicnot

Perfil

País

Hospital do Algarve não garante que falhas não se voltem a repetir

Hospital do Algarve não garante que falhas não se voltem a repetir

O responsável pelas urgências do Centro Hospitalar do Algarve não garante que não se voltem a repetir mais casos como o do doente que morreu com um AVC, em dezembro do ano passado. O homem de 74 anos foi transferido de Faro para o Hospital de Coimbra, onde acabou por morrer. Uma auditoria do Tribunal de Contas apontou múltiplas falhas na assitência ao doente.

  • Doente sofreu AVC no Hospital de Faro e esperou 5 horas até ir para a neurorradiologia onde está em coma
    3:13

    País

    O Centro Hospitalar do Algarve abriu um processo interno de averiguações para esclarecer o que se passou com um doente, que se encontra em coma, no Hospital de Coimbra, depois de ter sido transferido de Faro, na sequência de um AVC. A família do idoso diz que o homem esteve quase cinco horas à espera de transporte e exige explicações de várias entidades, incluindo do Hospital de São José que terá recusado a receber o doente depois das 20h00.

  • Família de doente que morreu após AVC no Hospital de Faro exige explicações
    1:55

    País

    O doente que foi transferido do Centro hospitalar do Algarve para o Hospital de Coimbra na sequência de um AVC morreu esta madrugada. A família diz que Sebastião esteve cinco horas à espera de transporte e exige explicações de várias entidades, nomeadamente do Hospital de São José, que terá recusado receber o doente depois das 20:00.

  • Mais cinco ilhas dos Açores sob aviso vermelho

    País

    O Instituto Português do Mar e da Atmosfera (IPMA) elevou esta quarta-feira para vermelho o aviso para as cinco ilhas do grupo central dos Açores, onde no Faial o vento atingiu os 150 quilómetros por hora.

  • Uma alternativa aos serviços de enfermagem ao domicílio
    7:34
  • As primeiras palavras de um dos sobreviventes da Chapecoense
    0:29
  • Familiares de vítimas procuram destroços do MH370
    1:48

    Voo MH370

    Um grupo de familiares das vítimas do avião das linhas aéreas da Malásia, desaparecido em 2014, procuram destroços do aparelho em Madagáscar. As autoridades malaias estudam a posssibilidade de uma nova operação de buscas.

  • Primeiro-ministro em lágrimas ao reencontrar refugiado que recebeu no Canadá em 2015

    Mundo

    Justin Trudeau desfez-se em lágrimas no reencontro com um refugiado sírio, que ele recebeu no Canadá em 2015. No ano passado, Trudeau recebeu pessoalmente os refugiados no aeroporto, onde foi visto a entregar casacos de inverno aos migrantes. Esta segunda-feira, o primeiro-ministro conheceu algumas das famílias que se estabeleceram no país, numa reunião filmada pela emissora canadiana CBC.