sicnot

Perfil

País

Hospital do Algarve não garante que falhas não se voltem a repetir

Hospital do Algarve não garante que falhas não se voltem a repetir

O responsável pelas urgências do Centro Hospitalar do Algarve não garante que não se voltem a repetir mais casos como o do doente que morreu com um AVC, em dezembro do ano passado. O homem de 74 anos foi transferido de Faro para o Hospital de Coimbra, onde acabou por morrer. Uma auditoria do Tribunal de Contas apontou múltiplas falhas na assitência ao doente.

  • Doente sofreu AVC no Hospital de Faro e esperou 5 horas até ir para a neurorradiologia onde está em coma
    3:13

    País

    O Centro Hospitalar do Algarve abriu um processo interno de averiguações para esclarecer o que se passou com um doente, que se encontra em coma, no Hospital de Coimbra, depois de ter sido transferido de Faro, na sequência de um AVC. A família do idoso diz que o homem esteve quase cinco horas à espera de transporte e exige explicações de várias entidades, incluindo do Hospital de São José que terá recusado a receber o doente depois das 20h00.

  • Família de doente que morreu após AVC no Hospital de Faro exige explicações
    1:55

    País

    O doente que foi transferido do Centro hospitalar do Algarve para o Hospital de Coimbra na sequência de um AVC morreu esta madrugada. A família diz que Sebastião esteve cinco horas à espera de transporte e exige explicações de várias entidades, nomeadamente do Hospital de São José, que terá recusado receber o doente depois das 20:00.

  • "É preciso despartidarizar o sistema de Proteção Civil", diz Duarte Caldeira
    2:47
  • Homem morreu ao tentar salvar animais das chamas
    2:30
  • Arcebispo de Braga pede responsabilidades pelos incêndios
    1:40

    País

    Braga também sofreu um dos mais violentos incêndios dos últimos anos. O fogo descontrolado atravessou várias freguesias e destruiu duas empresas. A igreja, pela voz do arcebispo de Braga, pede ação e o apuramento de responsabilidades, face a esta calamidade.

  • "Estou a ficar sem água, vai ser um trabalho inglório"
    1:06