sicnot

Perfil

País

Narciso Miranda vai candidatar-se como independente a Matosinhos em 2017

Narciso Miranda revelou hoje à agência Lusa que vai candidatar-se à presidência da Câmara de Matosinhos como independente nas eleições autárquicas de 2017.

"Estou a ser fortemente pressionado pela sociedade civil. Acabei de assumir que sou candidato independente", disse Narciso Miranda, que liderou a Câmara de Matosinhos pelo PS entre 1977 e 2005.

O ex-autarca, que se candidatou ao cargo como independente em 2009 mas foi derrotado pelo socialista Guilherme Pinto, acrescentou que os apelos e mensagens que recebe da sociedade civil "são muito motivadores".

O ex-autarca sublinhou que "os apelos das estruturas partidárias pertencem ao passado" e que esta candidatura surge pelos "interesses dos matosinhenses"

"Neste momento interessa-me sentir o respirar da comunidade, das pessoas. Eu tenho consciência que é um grande defeito meu, mas tenho uma ligação a Matosinhos que quase que é dramática, é muito efetiva, muito profunda, e tenho a sensação que sem Matosinhos não consigo respirar tão bem", disse.

Narciso Miranda entrou para a política após o 25 de Abril, concorrendo às primeiras eleições autárquicas como número dois da lista apresentada pelo PS para a Câmara de Matosinhos.

Chegou à presidência da autarquia em 1977, sendo reeleito sucessivamente, mantendo-se no cargo 29 anos.

O ex-autarca suspendeu o mandato de presidente da Câmara em outubro de 1999 para assumir o cargo de secretário de Estado da Administração Marítima e Portuária do XIV Governo, liderado por António Guterres. Regressou à autarquia em setembro de 2000, ocupando o cargo de presidente até às eleições autárquicas de 2005.

A morte de Sousa Franco na lota de Matosinhos, durante uma ação de campanha para as eleições europeias, em 2004, afastou Narciso de mais uma recandidatura ao cargo. Mas em 2009 o ex-autarca concorreu novamente à presidência da autarquia enquanto independente, tendo sido derrotado por Guilherme Pinto.

Lusa

  • Relação do Porto anula acórdão que absolveu Narciso Miranda
    1:09

    País

    O Tribunal da Relação do Porto anulou o acórdão que, há um ano, absolveu Narciso Miranda no caso da Associação Mutualista de S. Mamede Infesta. O ex-autarca de Matosinhos tinha sido ilibado dos crimes de participação económica em negócio, peculato, abuso de confiança e simulação do roubo de um telemóvel. O julgamento poderá agora ter de ser repetido.

  • Narciso Miranda vai recorrer da sentença que considera "injusta"
    1:23

    País

    Narciso Miranda foi, esta manhã, condenado em Matosinhos por abuso de confiança e falsificação de documento. O tribunal entendeu que usou em proveito próprio quase 36 mil euros que recebeu de uma subvenção do Estado quando foi candidato à Câmara de Matosinhos, em 2009. Narciso Miranda considera que a decisão é injusta e garantiu que vai recorrer.

  • "O Brasil não parou e não vai parar"
    1:33

    Mundo

    O Presidente do Brasil diz ter condições para continuar à frente do Palácio do Planalto. Num vídeo publicado no Twitter, Michel Temer garante que o país não parou, nem vai parar, mas há uma nova gravação que pode comprometer o futuro do chefe de Estado.

  • Trump empurra líder do Montenegro para ficar à frente na fotografia

    Mundo

    A reunião de líderes dos Estados-membros da NATO, que decorreu esta quinta-feira em Bruxelas, na Bélgica, ficou marcada por um momento insólito em que o Presidente norte-americano não quis abdicar de ficar no melhor plano possível nas fotografias de grupo. Nem que para isso tenha sido necessário empurar o líder de outro país.

  • O humor de John Kerry nas críticas a Trump
    0:40

    Mundo

    John Kerry criticou as ligações de Donald Trump com a Rússia durante um discurso de abertura, na Universidade de Harvard. O ex-secretário de Estado norte-americano disse, em tom de brincadeira, que se os jovens querem vingar na política, devem primeiro aprender a falar russo.

  • O papel da religião no quotidiano
    24:57
  • Marcelo na peregrinação de Nossa Senhora de Fátima no Luxemburgo

    Mundo

    O Presidente da República participou esta quinta-feira, a título privado, na peregrinação em honra de Nossa Senhora de Fátima, na cidade luxemburguesa de Wiltz. Milhares de portugueses receberam Marcelo Rebelo de Sousa, que assistiu à missa e, durante alguns minutos, participou na procissão.

  • Cão interrompe jornal em direto
    1:00