sicnot

Perfil

País

Suspeito de tentativa de homicídio em Coimbra há oito anos detido pela PJ

A Polícia Judiciária (PJ) anunciou hoje a detenção de um homem de 41 anos suspeito da tentativa de homicídio de dois homens há cerca de oito anos, em Coimbra, na sequência de desacatos numa discoteca da cidade.

Em comunicado, a PJ afirma que a detenção do suspeito ocorreu na sequência da emissão de um mandato de detenção internacional e consequente pedido de extradição, emitido pelas autoridades portuguesas e cumprido pelas autoridades brasileiras, "país onde o mesmo se encontrava em fuga".

Fonte da Diretoria do Centro da PJ disse à agência Lusa que o homem - que tem dupla nacionalidade portuguesa e sueca, já que nasceu na Suécia, filho de pais portugueses - foi detido na região de São Paulo, no cumprimento do mandato de detenção internacional.

O suspeito, que possui antecedentes criminais relacionados com tráfico de droga, foi detido pelas autoridades brasileiras e foi entregue, no Brasil, na segunda-feira, sob custódia, à polícia portuguesa, através do gabinete da Organização Internacional de Polícia Criminal (INTERPOL).

Os factos remontam a março de 2008, quando o homem terá disparado vários tiros na direção das duas vítimas no exterior de uma discoteca de Coimbra, "colocando em sério risco as suas vidas", assinala a PJ.

O homem, que também terá ficado ferido na sequência dos desacatos, foi transportado ao hospital, mas agrediu um agente da PSP e conseguiu fugir até ser preso, agora, no Brasil.

Presente a primeiro interrogatório judicial para aplicação de medidas de coação, o suspeito ficou em prisão preventiva.

Lusa

  • Fogo em Sabrosa entrou em fase de resolução

    País

    O incêndio que deflagrou terça-feira em Vilela do Douro, Sabrosa, distrito de Vila Real, entrou a meio da manhã de hoje em fase de resolução, segundo a Autoridade Nacional de Proteção Civil.

  • Governo garante reforço das verbas para defesa da floresta até ao fim do ano
    2:37

    País

    O Governo rejeitou centenas de candidaturas com projetos para a prevenção de incêndios florestais, por falta de verbas. Perante a situação, o Bloco de Esquerda questionou o Ministério da Agricultura sobre as reprovações. Contudo, contactado pela SIC, o ministro Capoulas Santos garantiu que o programa de desenvolvimento rural está a ser reajustado e, até ao final do ano, está previsto o reforço de verbas.

  • Porto Editora acusada de discriminação
    2:55
  • "Burlão do amor" acusado de tirar 450 mil euros a amante
    2:21

    País

    Um homem com cerca de 50 anos é acusado de tirar 450 mil euros a uma mulher com quem começou por ter uma relação profissional. Ele pedia, ela emprestava. Anos depois, ela ficou insolvente, com dívidas à banca de 214 mil euros e sem emprego. O homem é arguido, nega a relação amorosa entre ambos, mas admite ter recebido dinheiro dela. Garante, no entanto, que tenciona pagar o que deve.