sicnot

Perfil

País

Milhares de veículos controlados em megaoperação da GNR na A1

(SIC/ Arquivo)

A GNR fechou esta madrugada durante mais de três horas a Autoestrada do Norte (A1) nos dois sentidos, em Estarreja, desviando o trânsito para o interior da área de serviço de Antuã, para fiscalizar todas as viaturas.

A operação, que foi acompanhada pela agência Lusa, decorreu entre as 22:30 de sexta-feira e as 02:00 deste sábado e mobilizou cerca de 80 militares dos destacamentos de trânsito, de ação fiscal e de intervenção, com binómios de ordem pública e de deteção de droga, explicou o capitão Ivo Cristal, daquela força policial.

"O objetivo desta operação é a deteção de indivíduos suspeitos e a apreensão de estupefacientes e de armas", sintetizou o mesmo responsável.

Pouco tempo depois do início desta ação, a operação já estava a ser divulgada nas redes sociais, mas o capitão Ivo Cristal diz que este tipo de informação "não compromete a eficácia da intervenção".

"Nós trabalhamos na prevenção da criminalidade. O nosso objetivo nas operações que fazemos é trabalhar para a segurança da população", disse.

O balanço oficial da operação só será divulgado na manhã de hoje, mas fonte da GNR adiantou à Lusa que foram detetadas várias infrações, com algumas pessoas detidas, essencialmente por condução sob efeito de álcool, excesso de velocidade e tráfico de droga.

Liliana Luís que estava de regresso a casa, em Leiria, depois de um jantar de família em Vila do Conde, foi uma das automobilistas que foi mandada parar.

"Acho muito bem e sentimo-nos seguros acima de tudo. Fiquei bastante satisfeita, porque ficamos sempre mais tranquilos", disse esta automobilista.

Quase a terminar a operação, foi intercetado um cidadão espanhol que estava de viagem para Vigo.

Carlos Perez acusou uma taxa de alcoolemia de 0,64 gramas de álcool por litro de sangue e teve de pagar uma multa de 250 euros.

"Se bebi, tenho que pagar. Quem comete um delito tem que pagá-lo", disse resignado.

Com Lusa

  • Cinco mil trabalhadores da PT manifestaram-se em Lisboa
    3:55

    Economia

    Perto de cinco mil trabalhadores da PT manifestaram-se esta sexta-feira, em Lisboa. Os números são avançados pelos sindicatos. Os trabalhadores contestam a transferência de funcionários para empresas parceiras da Altice e outras empresas do grupo, sem as mesmas garantias e direitos. A Altice garante que as transferências são legais mas alguns funcionários já levaram o caso a tribunal.

  • Uma viagem aérea pela Lagoa Negra
    1:02
  • Videovigilância regista impacto de sismo na Grécia

    Mundo

    Um sismo de magnitude 6.7 atingiu na quinta-feira o mar Egeu e causou pelo menos dois mortos e mais de 200 feridos. O momento e o impacto causado pelo abalo foram registados através de uma câmara de videovigilância de um café, na ilha grega de Kos, um dos locais mais afetados.

  • A sátira a Sean Spicer no Saturday Night Live
    1:36

    Mundo

    O estilo de Sean Spicer foi controverso desde o início. A relação conflituosa do ex-assessor da Casa Branca com os jornalistas foi muitas vezes satirizada na comunicação social. Um exemplo é um momento do Saturday Night Live, protagonizado pela atriz Meliissa McCarthy.

  • Músico indiano toca guitarra durante cirurgia ao cérebro

    Mundo

    Abhishek Prasad foi submetido a uma cirurgia ao cérebro esta quinta-feira, num hospital na cidade indiana de Bangalore, após anos e anos a sofrer de dolorosos espasmos nas mãos. O insólito do caso foi que o músico indiano teve de tocar guitarra para ajudar os médicos durante a intervenção cirúrgica.