sicnot

Perfil

País

Mais de 200 bombeiros combatem fogo com uma frente na Guarda

(Arquivo)

PAULO CUNHA

Mais de 200 bombeiros combatem hoje um incêndio florestal no distrito de Guarda, tendo já sido acionados grupos de reforço de Lisboa e de Coimbra, indica a Autoridade Nacional de Proteção Civil (ANPC).

Segundo a página da internet da ANPC, o incêndio começou à 01:14 de hoje na localidade de Vila Cortês do Mondego, na Guarda, e tem uma frente ativa.

O incêndio, que lavra numa zona de mato, está a ser combatido por mais de 200 operacionais, apoiados por 60 meios terrestres.

A Proteção Civil indica também que um outro incêndio está a lavrar desde 05:35 na localidade de Palheiros, distrito de Coimbra, e mobiliza 104 operacionais e 27 viaturas.

A ANPC refere que, às 07:25, estavam ativos 22 incêndios florestais que mobilizam um total de 630 operacionais e 173 viaturas.

Com Lusa

  • Costa de Metro de Odivelas para Lisboa para relembrar corrida entre burro e Ferrari
    2:55

    Autárquicas 2017

    António Costa começou hoje o dia de campanha em Odivelas, para uma viagem de Metro até Lisboa, em que recordou a célebre corrida entre um burro e um Ferrari que protagonizou em 1993 quando foi canditado do PS à Câmara de Loures. Foi nesta cidade, onde ontem à noite, que desferiu um violento ataque a Pedro Passos Coelho, acusando-o de transformar o PSD num partido que não é digno de um Estado democrático.

  • O aeroporto de Beja, um "elefante branco" na planície alentejana
    4:33
  • Paciente há 15 anos em estado vegetativo consegue seguir objetos e mexer a cabeça

    Mundo

    Um homem de 35 anos, que ficou em estado vegetativo após um acidente de viação há 15 anos, deu sinais de consciência depois de lhe ter sido aplicada uma nova técnica de estimulação nervosa. Cirurgiões implantaram no paciente um pequeno aparelho que estimula o nervo vago, responsável pela ligação nervosa entre o cérebro e o resto do corpo. A intervenção aconteceu em França e a descoberta foi publicada na revista científica Current Biology.