sicnot

Perfil

País

Aplicação alerta quando condutor adormece ao volante

Uma startup do Porto criou uma aplicação móvel que identifica o comportamento dos condutores ao volante, com recurso a uma tecnologia de análise facial instalada na câmara frontal dos smartphones, e alerta-os para distrações ou adormecimento.

De acordo com um dos fundadores da HealthyRoad, "incubada" no Parque de Ciência e Tecnologia da Universidade do Porto (UPTEC), André Azevedo, quando a aplicação deteta a distração ou o adormecimento nos utilizadores, estes são avisados através de um sinal sonoro e visual.

Em declarações à Lusa, o empreendedor explicou que este sistema utiliza tecnologias de biometria facial no processamento da informação recolhida pela câmara, determinando em tempo real o estado do condutor, "se o olho está aberto ou fechado" ou se "está a olhar para um local que não a estrada".

"Na Europa, um terço dos acidentes rodoviários são causados por distração e 20 a 25% por adormecimento", referiu, acrescentando que estes números "não param de aumentar e as pessoas não têm consciência desta realidade".

A aplicação HealthyRoad, que tem o mesmo nome da startup, demorou três meses a ser criada e foi apresentada esta segunda-feira. No entanto, André Azevedo, Filipe Oliveira e Filipe Monteiro, os fundadores da empresa, desenvolvem a tecnologia que está na base da 'app' desde 2013.

A equipa tem uma parceria com a BMW, o que lhe permitiu efectuar testes nos simuladores da empresa, receber feedback e planear o roadmap (mapa de estrada) de desenvolvimento de tecnologia "para ir ao encontro das necessidades do setor".

"Se tudo correr bem, dentro de dois a três anos vamos ter a nossa tecnologia a funcionar nos veículos deste grupo", indicou ainda André Azevedo.

Neste momento, estão a desenvolver um produto que pode ser instalado nos veículos, capaz de detetar - para além do adormecimento e da distração - a fadiga, as emoções e o stress do condutor, por exemplo.

Lusa

  • Leão de Ouro de Souto de Moura faz "muito bem à alma" dos portugueses
    1:53
  • "Sonho com um futuro melhor", o desejo de um jovem sírio em Portugal
    2:12

    País

    Mais de 50 jovens sírios chegaram esta madrugada a Lisboa, para iniciarem o novo ano letivo, em Portugal. Sonham com um futuro melhor. Sonham com uma educação melhor. Os 54 estudantes vieram ao abrigo do programa lançado pelo antigo Presidente da República, Jorge Sampaio, que nos últimos anos já deu uma nova oportunidade a cerca de 200 alunos.

  • Na linha do triunfo
    16:49
  • Chamas do incêndio no Europa Park na Alemanha atingiram os 15 metros de altura
    0:57