sicnot

Perfil

País

CGTP avisa que Governo tem de "meter a segunda velocidade"

CGTP avisa que Governo tem de "meter a segunda velocidade"

A CGTP avisa que o Governo tem de concretizar a mudança prometida e "meter a segunda velocidade", ou pode pôr em causa a estabilidade política e o próprio futuro. No final do encontro com o Presidente da República, em Belém, Arménio Carlos apontou o aumento de salários como uma das prioridades para o próximo Orçamento do Estado.

  • Marcelo reuniu-se com os partidos em Belém
    3:05

    País

    Marcelo Rebelo de Sousa recebeu em Belém todos os partidos com assento parlamentar. O PS garantiu que não há crise política à vista e mostrou-se confiante num entendimento com os partidos que apoiam o Governo, para a aprovação do Orçamento do Estado para 2017. A Esquerda não se compromete, mas está disposta a ficar ao lado do Governo, se não houver desvios no caminho percorrido até agora.

  • PAN afirma que Marcelo está preocupado com discussão sobre OE 2017
    0:38

    País

    O deputado único do Pessoas-Animais-Natureza (PAN) afirmou hoje que será "responsável" quanto ao Orçamento do Estado de 2017, apelando ao mesmo sentido de responsabilidade por parte de todos os partidos, após audiência com o Presidente da República. Marcelo Rebelo de Sousa está hoje a receber os partidos com assento parlamentar e ouvirá ainda os diversos parceiros sociais até quarta-feira para uma análise da situação política do país. Depois do PAN, o Chefe de Estado reúne com os representantes de PEV, PCP, CDS-PP, BE, PS e PSD.

  • Economia portuguesa a crescer
    2:26
  • Os likes dos candidatos às autárquicas no Facebook
    4:00

    Autárquicas 2017

    Se há mais de 5 milhões de portugueses no Facebook, é natural que as autárquicas também passem pela rede social mais usada no país e no mundo. A SIC apresenta-lhe os 10 candidatos cujas páginas têm mais seguidores e, para a comparação ser mais justa, os que têm mais seguidores em Portugal - porque há também quem estranhamente tenha milhares de fãs em países como Egito, Filipinas ou Vietname.

  • Embaixador do Bangladesh pede ajuda aos portugueses no caso dos rohingya

    Mundo

    O embaixador do Bangladesh em Lisboa pediu esta sexta-feira aos portugueses que ajudem a resolver o problema dos rohingya. Desde o final de agosto, mais de 400 mil pessoas desta minoria muçulmana fugiram de Myanmar, a antiga Birmânia. O Bangladesh já tinha acolhido outros 400 mil refugiados e vê-se agora a braços com esta crise migratória. Pede por isso a Portugal que pressione Myanmar para aceitar de volta e em segurança os rohingya.