sicnot

Perfil

País

PR promulga diploma que revoga a fusão operacional dos transportes de Lisboa

O Presidente da República promulgou hoje o diploma do parlamento que revoga a fusão operacional do Metropolitano de Lisboa, da Carris, da Transtejo e da Soflusa, estabelecendo a total autonomia jurídica destas empresas.

Este diploma, que revoga dois decretos-lei do anterior executivo, foi aprovado na Assembleia da República em votação final global a 09 de junho, com votos favoráveis de PS, BE, PCP, PEV, PAN e votos contra de PSD e CDS-PP, e seguiu para Belém a 05 de julho.

A promulgação deste decreto da Assembleia da República n.º 32/XIII pelo chefe de Estado, Marcelo Rebelo de Sousa, foi divulgada na página da Presidência da República na Internet, sem nenhuma nota de justificação ou enquadramento desta decisão.

Na segunda-feira, o Presidente da República vetou o diploma do parlamento que altera os estatutos da Sociedade de Transportes Públicos do Porto (STCP) e da Metro do Porto por "vedar, taxativamente, qualquer participação de entidades privadas", também aprovado a 09 de junho e enviado para Belém a 05 de julho.

Com entrada em vigor a 01 de janeiro de 2017, o diploma hoje promulgado foi acordado na Comissão de Economia, Inovação e Obras Públicas, com base em projetos de lei do PCP e do Bloco de Esquerda (BE), e estabelece a "total autonomia jurídica" do Metropolitano de Lisboa, da Carris, da Transtejo e da Soflusa.

É revogada a legislação do anterior Governo PSD/CDS-PP que estabeleceu "o regime de acumulação de funções" dos membros executivos dos conselhos de administração destas empresas - os decretos-lei 98/2012, de 03 de maio, e 161/2014, de 29 de outubro.

Lusa

  • Prisão preventiva para homicida de Barcelos
    1:43

    País

    O alegado homicida de Barcelos vai ficar em prisão preventiva, por quatro crimes de homicídio. Adelino Briote foi ouvido este sábado de manhã no Tribunal de Braga, depois de na sexta-feira ter alegadamente degolado quatro pessoas na freguesia de Tamel, em Barcelos.

  • Morte de portuguesa no Luxemburgo afinal não aconteceu

    País

    A morte de uma portuguesa em Bettembourg, no sul do Luxemburgo, não terá acontecido. O Jornal do Luxemburgo avançou, esta manhã, que a emigrante portuguesa tinha sido baleada mortamente pelo filho, uma informação entretanto desmentida por outro jornal online. Segundo o Bom Dia Luxemburgo, o que aconteceu foi afinal uma rusga policial.

  • Estamos quase na hora de verão

    País

    Esta madrugada muda a hora. Quando for 1h00, os relógios adiantam para as 2h00. Será uma noite com menos tempo de sono, mas os dias vão ficar mais longos com o chamado horário de verão.

  • Hora do Planeta, apagam-se as luzes para despertar consciências
    2:19
  • Milhares nas cerimónias fúnebres de dirigente do Hamas

    Mundo

    Milhares de palestinianos participaram nas cerimónias fúnebres de um dirigente do Hamas, assassinado esta sexta-feira, na Faixa de Gaza. Vários homens armados acompanharam o cortejo fúnebre até à mesquita, onde se fizeram as últimas orações.