sicnot

Perfil

País

Menos 50 camiões na estrada por dia após ligação ferroviária ao Porto de Aveiro

© Jose Manuel Ribeiro / Reuters

A ligação ferroviária ao Porto de Aveiro, recentemente eletrificada, permitiu já retirar da estrada 50 camiões por dia, estima a administração portuária, revelando que a ferrovia transportou 20% do somatório das exportações do porto, no primeiro semestre, num total de 159 mil toneladas.

Na primeira metade de 2016 o Porto de Aveiro recebeu 217 comboios, o que perfaz 36 comboios por mês e nove semanais, com um total de 3.042 vagões com carga.

Tirando partido do investimento da Administração do Porto de Aveiro na eletrificação do ramal ferroviário, concluído em 2015, a CP Carga iniciou no primeiro semestre operações com tração elétrica.

Segundo estimativas da Administração do Porto de Aveiro, a mudança para locomotivas elétricas viabilizou a redução do número de camiões a circular na estrada em perto de 5.900 veículos (50 veículos/dia) e uma redução de cerca de 90% de co2 (dióxido de carbono), tendo em conta o padrão de veículo normalmente utilizado para o trânsito do tipo de mercadoria em causa.

O Ramal do Porto de Aveiro, também conhecido como Ramal Ferroviário do Porto de Aveiro ou Linha do Porto de Aveiro, une a Plataforma Multimodal de Cacia, na Linha do Norte, ao Porto de Aveiro, em Portugal, numa extensão total de aproximadamente nove quilómetros e foi inaugurado em 2010.


Lusa

  • Criada aplicação para navegar na Ria de Aveiro
    1:58

    País

    A Universidade de Aveiro criou uma aplicação móvel que fornece previsões atualizadas das marés da Ria da cidade. Os dados, que não eram revistos desde 1987, podem agora ajudar quem anda de barco a evitar os perigos da baixa-mar. A aplicação HidroRia é gratuita e está disponível para telemóveis Android.

  • Vala comum com 6 mil corpos em Mossul
    1:43
  • À redescoberta da Madeira, 16 anos depois
    1:59
  • A menina que os pais queriam chamar "Allah"

    Mundo

    ZalyKha Graceful Lorraina Allah tem 22 meses, anda não sabe ler nem escrever mas já está no centro de um processo judicial contra o Estado da Georgia, nos EUA. Os pais, Elizabeth Handy e Bilal Walk, apoiados por uma ONG, exigem na justiça que o nome seja reconhecido na certidão de nascimento para que a criança possa ser inscrita na escola, na segurança social ou nos registos e notoriado. O casal já tem um filho de 3 anos que se chama Masterful Mosirah Aly Allah.

  • Samsung vai vender modelos reparados do Galaxy Note 7

    Economia

    A Samsung Electronics anunciou hoje que vai vender e alugar telemóveis reparados do modelo Galaxy Note 7 depois de no ano passado a empresa ter decidido suspender a respetiva produção devido a incêndios nas baterrias de íon-lítio.

  • Acidentes em falésias matam 94 pescadores lúdicos

    País

    Mais de 90 pescadores lúdicos morreram nos últimos 19 anos e 137 ficaram feridos em 252 acidentes registados em zona rochosa ou em falésia, a maioria na zona de Lagos, Faro, segundo dados da Autoridade Marítima Nacional.