sicnot

Perfil

País

DGS aconselha vacina do sarampo a quem vai viajar

A Direção-geral da Saúde (DGS) aconselhou a vacina do sarampo a todas as pessoas que vão viajar ou participar em eventos internacionais, em Portugal ou no estrangeiro.

Reuters

Consideram-se já protegidas contra o sarampo as pessoas que tiveram a doença ou que têm duas doses da vacina, no caso dos menores de 18, e uma dose quando se trata de adultos.

"O sarampo é uma das doenças infecciosas mais contagiosas, podendo provocar doença grave ou mesmo a morte", lembra a DGS, que avisa que continuam a ocorrer surtos ou epidemias de sarampo na maioria dos países europeus e no continente americano. A doença é também frequente em muitos países africanos e asiáticos.

Em Portugal o sarampo está controlado há vários anos, uma vez que a maioria das pessoas está protegida por ter sido vacinada ou por ter tido a doença.

"Em viagens internacionais e em eventos onde se encontram cidadãos de vários países, existe o risco de pessoas não protegidas contraírem sarampo através do contacto com pessoas doentes ou em período de incubação da doença", indica a DGS numa nota hoje divulgada.

A vacina, dada gratuitamente no Serviço Nacional de Saúde, é recomendada a quem "vai viajar ou participar num evento internacional, em Portugal ou no estrangeiro".

Lusa

  • Os números das eleições francesas
    0:50

    Eleições França 2017

    Os resultados definitivos mostram que Emmanuel Macron obteve 24% dos votos, na primeira volta das eleições francesas. Ficou quase três pontos à frente de Marine Le Pen, que conseguiu 21,3%. Os números oficiais, publicados pelo Ministério do Interior, dão ainda conta da taxa de abstenção: 22,2%, um ligeiro aumento face à primeira volta das presidenciais de 2012.

  • ASAE encerra em média um restaurante por dia
    1:33
  • Grupo de brasileiros em assalto milionário no Paraguai
    1:24