sicnot

Perfil

País

Armação de Pêra com lugares marcados de madrugada

Armação de Pêra com lugares marcados de madrugada

Um vídeo colocado nas redes sociais fez estalar uma polémica antiga sobre a marcação de lugares na praia de Armação de Pêra. Há quem critique quem deixa o chapéu de Sol montado sem estar na praia, mas também há quem aponte o dedo ao tamanho das concessões que limitam o espaço disponível no areal.

Ainda a manhã mal começou e parte do areal já tem dono. Os chapéus montados e as toalhas estendidas são deixados muito cedo para marcar lugar, uma estratégia que se repete há anos, mas que incomoda alguns banhistas.

A meio do dia, no pico do verão, há banhistas que aguentam de pé, por falta de espaço para estender a toalha.

O areal cada vez mais curto, leva a que alguns questionem os critérios para o tamanho das concessões que, legalmente, podem ocupar metade da frente de praia.

A Capitania esclarece que as concessões são definidas nos planos de ordenamento da orla costeira e o seu tamanho varia de ano para ano, consoante a alteração da praia e das correntes.

Em casos extremos, os concessionários são obrigados a abdicar de parte do espaço a que têm direito. O oposto também acontece e por isso a Autoridade Marítima fiscaliza no inicio e ao longo da época balnear muitas destas estruturas.

Os concessonarios abordados pela SIC não quiseram falar, mas admitem que em Armação de Pêra a falta de espaço também se sente nas zonas pagas. A maior parte dos toldos é alugada com meses de antecedência e por toda a temporada, como mostram as cadeiras amarradas a cadeado e deixadas na praia de uns dias para os outros.

  • O dia em que o Brexit começa
    1:25

    Brexit

    A primeira-ministra britânica já assinou a carta que vai enviar ao Conselho Europeu para formalizar a vontade do Reino Unido de sair da União Europeia. O artigo 50.º do Tratado de Lisboa será ativado nas próximas horas. Na véspera, Theresa May recebeu da Escócia um novo contratempo político.

  • Surto de hepatite A em Portugal
    2:45
  • Relação de Portugal com Angola é "insubstituível"
    1:00

    País

    Paulo Portas considera que a relação de Portugal com Angola é insubstituível. Numa entrevista ao Jornal de Negócios, o ex vice-primeiro-ministro defende que o país deve ser profissional no relacionamento político com Luanda.

  • Abertura da lagoa de Santo André atrai surfistas e bodyboarders
    4:15
  • Governo vai dar mais meios à investigação criminal
    2:34

    País

    A ministra da Justiça garante que o Governo vai dar mais meios à investigação criminal, mas assegura que não vai mexer nos prazos dos inquéritos. A questão tem sido insistentemente levantada pela defesa de José Sócrates, que se queixa de que a Operação Marquês já ultrapassou todos os prazos.

  • Tecnologia permite a tetraplégico mexer mão e braço

    Mundo

    Um homem que ficou tetraplégico num acidente voltou a mover-se com a ajuda da tecnologia e apenas usando o pensamento, num projeto de investigadores dos Estados Unidos divulgado esta terça-feira na revista especializada em medicina The Lancet.