sicnot

Perfil

País

Festival Andanças evacuado devido a incêndio no parque de estacionamento

Alguns dos carros destruídos, numa foto partilhada na rede social Facebook.

Mais de 100 viaturas foram afetadas por um incêndio que deflagrou num carro no parque de estacionamento do festival Andanças, em Castelo de Vide, devido às altas temperaturas. As cerca de 4 mil pessoas que estavam no recinto foram retiradas por precaução. Não há informação de feridos.

Última atualização às 18:38

Ao que tudo indica, o fogo terá começado após uma explosão num carro, cerca das 15:00. O incêndio espalhou-se rapidamente a outros veículos.

O comandante distrital de operações de socorro, Belo Costa, indicou não haver registo de danos pessoais, mas "prejuízos materiais enormes", com centenas de viaturas danificadas, em Castelo de Vide.

"Estavam quatro mil pessoas no recinto, que foram retiradas por precaução", referiu Belo Costa, frisando que foi acionado o plano de emergência do festival e que "funcionou".

O incêndio foi entretanto dominado, segundo informação da Proteção Civil e da GNR pelas 16:40. Cerca de 160 operacionais, com o apoio de 42 viaturas e quatro meios aéreos, combateram as chamas.

Rui Florido/SIC

Festival deve ser retomado ainda hoje

Em declarações aos jornalistas, Graça Gonçalves, da organização, explicou que "há condições para manter o festival em funcionamento" e que, da parte dos promotores, "está tudo a postos para continuar", aguardando-se apenas a autorização das diferentes forças de segurança e socorro.

Haverá, no entanto, algumas alterações na programação.

Rui Florido/SIC

O "Andanças" - Festival Internacional de Danças Populares decorre desde segunda-feira nas margens da albufeira de Póvoa e Meadas, no concelho de Castelo de Vide.

Promovida pela PédeXumbo, Associação para a Promoção da Música e Dança, a 21.ª edição do festival esperava receber, até domingo, 40 mil visitantes, numa área de 28 hectares.

EDGAR LIB\303\223RIO

Organização do festival diz ter seguro que cobre danos de incêndio

A organização do festival tem um seguro que cobre os danos resultantes do incêndio.

"A organização tem um seguro que cobre os danos e agora estamos em contacto com a seguradora para avaliar tudo", disse aos jornalistas, no local, Graça Gonçalves, pouco depois das 17:00.

"Sabemos apenas que o incêndio deflagrou no parque de estacionamento, supostamente num carro que se incendiou e depois teve um efeito de contágio, atingindo várias dezenas ou mesmo centenas de carros. Não podemos avançar um número porque essa peritagem está ainda a decorrer", afirmou o presidente da Câmara de Castelo de Vide, António Pita.

EDGAR LIB\303\223RIO

GNR investiga causas do incêndio

As causas do incêndio estão a ser investigadas no terreno pela GNR, disse à agência Lusa fonte da força de segurança. Os indícios apontam para que fogo tenha tido origem numa viatura num dos parques de estacionamento.

De acordo com a mesma fonte, a investigação só passará para a Polícia Judiciária se forem detetados indícios de origem dolosa. A GNR vai proceder também à identificação das viaturas afetadas, admitindo ser um "trabalho moroso".

Com Lusa

  • O papel da religião no quotidiano
    24:57
  • Jane Goodall iniciou palestra com sons semelhantes aos dos chimpanzés
    2:18

    País

    A investigadora Jane Goodall esteve esta quinta-feira em Lisboa para participar numa conferência da National Geographic. A primatóloga começou o seu discurso com sons semelhantes aos dos chimpanzés. Numa entrevista à SIC, Goodall falou sobre os chimpanzés e sobre o trabalho que continua a desenvolver em todo o mundo, em prol do ambiente, dos animais e das pessoas. 

  • NATO vai aumentar luta contra o terrorismo

    Mundo

    O secretário-geral da NATO, Jens Stoltenberg, disse que os aliados da NATO concordaram esta quinta-feira em aumentar a luta contra o terrorismo e em "investir mais e melhor" na Aliança.

  • Trump empurra líder do Montenegro para ficar à frente na fotografia

    Mundo

    A reunião de líderes dos Estados-membros da NATO, que decorreu esta quinta-feira em Bruxelas, na Bélgica, ficou marcada por um momento insólito em que o Presidente norte-americano não quis abdicar de ficar no melhor plano possível nas fotografias de grupo. Nem que para isso tenha sido necessário empurar o líder de outro país.

  • O humor de John Kerry nas críticas a Trump
    0:40

    Mundo

    John Kerry criticou as ligações de Donald Trump com a Rússia durante um discurso de abertura, na Universidade de Harvard. O ex-secretário de Estado norte-americano disse, em tom de brincadeira, que se os jovens querem vingar na política, devem primeiro aprender a falar russo.