sicnot

Perfil

País

Marcelo recusa fazer juízos sobre a política interna do Brasil

O Presidente da República português recusou fazer juízos sobre a política interna do Brasil, sublinhando desejar que aquele país seja "feliz na sua democracia" e elogiando a organização dos Jogos Olímpicos Rio de Janeiro2016.

Marcelo Rebelo de Sousa será recebido pelo presidente interino do Brasil, Michel Temer, juntamente com todos os outros chefes de Estado que se encontram no Rio de Janeiro para a cerimónia de abertura dos Jogos Olímpicos, numa receção no Palácio do Itamaracy, na sexta-feira, foi hoje divulgado pela Presidência da República.

"O chefe de Estado português não formula juízo sobre a política interna de outros Estados, menos ainda de um Estado irmão, aquilo que permanentemente deseja é que esse Estado irmão seja feliz na sua democracia, como Portugal quer ser feliz na sua democracia", declarou o Presidente quando questionado sobre o momento político brasileiro.

Marcelo Rebelo de Sousa falava aos jornalistas no Rio de Janeiro, a bordo do navio-escola Sagres, após a cerimónia de entrega da bandeira nacional ao atleta João Rodrigues, o porta-estandarte na cerimónia de abertura dos Jogos Olímpicos.

Interrogado sobre se evitou encontros políticos nesta viagem, Marcelo Rebelo de Sousa reiterou: "um chefe de Estado estrangeiro deve evitar envolver-se na política interna de outro Estado e, nesse sentido, deve contribuir para aquilo que é fundamental - criar proximidade entre as nações".

O Presidente da República fez muitos elogios à organização dos Jogos Olímpicos do Rio de Janeiro2016 e sublinhou que, "neste momento, a relação entre Brasil e Portugal não podia ser melhor".

"Ao longo dos anos, da democracia portuguesa e da democracia brasileira, foi possível estreitar laços. Recordo pessoalmente ter vindo como professor de Direito discutir a Constituição democrática portuguesa de 1976 quando o Brasil preparava a sua Constituição democrática de 1988", declarou.

Marcelo Rebelo de Sousa considerou que "o desempenho do Brasil tem sido excecional na organização e no acolhimento destas olimpíadas".

"O Brasil superou as expectativas, ultrapassou as dúvidas e está acolher delegações de todo o mundo e a transformar estas olimpíadas num momento único, num momento inesquecível", frisou.

O Presidente defendeu que, independentemente das medalhas que os dois países possam ganhar, há "uma realidade que será sempre vencedora -- ter sido possível ter os primeiros jogos olímpicos num estado falando a língua portuguesa".

"Ser este Estado, o Brasil, que é já uma potência mundial, é um motivo de alegria, de orgulho, para nós portugueses e tenho a certeza de que para todos os que integram a comunidade falante do Português", defendeu.

O Presidente da República considedou que ao longo da "vivência das duas democracias o relacxionamento pessoal, cultural, político, económico e social têm sido o melhor".

"Prova disso, é o peso da comunidade brasileira em Portugal, a maior comunidade não portuguesa em território português, prova disso é o aumento de pedidos de nacionalidade portuguesa por irmãos brasileiros nos últimos anos", ilustrou.

Marcelo Rebelo de sousa enfatizou também o relacionamento cultural entre os dois países que se manifestará na maior presença portuguesa de na Bienal de São Paulo que se realiza em setembro.

O chefe de Estado apontou também para o relacionamento comercial entre os dois países e para o facto de "Portugal ser um embaixador e defensor do acordo com a União Europeia e o Mercosul.

Lusa

  • Hoje é notícia 

    País

    O PSD leva a debate parlamentar a reprogramação do atual quadro comunitário, desafiando os partidos a pronunciarem-se sobre a proposta inicial do Governo, que considera "não servir o país". Os parceiros sociais e o Governo reúnem-se na Concertação Social para discutirem o Programa Nacional de Reformas. O Sporting de Braga procura alcançar o Sporting no 3º lugar da I Liga, ao defrontar o Marítimo na abertura da 31.ª jornada. Estas e outras notícias marcam a atualidade desta sexta-feira.

  • É importante que "as pessoas não tenham medo" de denunciar o tráfico humano
    0:48

    País

    Manuel Albano, relator nacional para o tráfico de pessoas, concorda com a ideia de que é necessário continuar a investir na inspeção e na fiscalização para travar o tráfico de seres humanos, mas rejeita a denúncia do sindicato dos trabalhadores do SEF, que esta quinta-feira alertou para a "falta de controlo".

  • Trocar a economia pela dança
    7:21
  • Salas de consumo assistido previstas na lei há 17 anos
    3:01

    País

    Dezassete anos depois, Lisboa vai ter as primeiras salas de consumo assistido, vulgarmente conhecidas como salas de chuto. O objetivo é apoiar os mais de 1400 toxicodependentes sinalizados e evitar a propagação de doenças.

  • O que faz um guaxinim às duas da manhã num quartel de bombeiros?

    Mundo

    Os animais são muitas vezes os protagonistas de histórias incríveis ou até insólitas. Desde o cão mais pequeno ao urso mais assustador. Desta vez, o principal interveniente é um guaxinim, que foi levado até um quartel de bombeiros por uma dona muito preocupada. Porquê? O animal estava sob o efeito de drogas.

    SIC

  • "Por vezes até as princesas da Disney ficam apavoradas"

    Mundo

    A atriz norte-americana Patti Murin foi esta semana elogiada nas redes sociais por se preocupar com a sua saúde mental e não ter problemas em falar sobre o assunto. A artista faltou a um espetáculo da Disney, onde ia atuar, devido a um ataque de ansiedade.

    SIC