sicnot

Perfil

País

Programação do Andanças retomada e todos os palcos estão em funcionamento

A programação normal do festival Andanças, em Castelo de Vide, foi retomada a partir das 19:00 e todos os palcos estão em funcionamento, após um enorme incêndio, segundo uma das responsáveis do evento.

Depois do incêndio que deflagrou num dos parques de estacionamento do evento e que danificou 422 viaturas, a responsável pela programação, Marta Guerreiro, admitiu que houve várias pessoas que desistiram de ir ao festival, mas muitas outras optaram por continuar a marcar presença, justificando que "todos os palcos" se mantivessem em atividade.

Em declarações à agência Lusa, Marta Guerreiro referiu que um balanço mais concreto sobre as atividades e presenças no evento só será possível realizar na quinta-feira.

O incêndio que deflagrou hoje num parque de estacionamento nas imediações do festival, que se realiza no distrito de Portalegre, destruiu 422 viaturas e danificou parcialmente outras nove, segundo a Proteção Civil.

Embora sem ferimentos graves, três pessoas foram assistidas no local, duas das quais foram transportadas para o hospital de Portalegre, por inalação de fumos.

A organização do festival 'Andanças' já assegurou que tem "um seguro que cobre os danos" resultantes do incêndio, estando em contacto com a seguradora para fazer uma avaliação.

O "Andanças" - Festival Internacional de Danças Populares decorre desde segunda-feira nas margens da albufeira de Póvoa e Meadas, no concelho de Castelo de Vide.

Promovida pela PédeXumbo, Associação para a Promoção da Música e Dança, a 21.ª edição do festival esperava receber, até domingo, 40 mil visitantes, numa área de 28 hectares.

Lusa

  • "É mais um notável tiro no pé de Passos Coelho"
    4:04

    Tragédia em Pedrógão Grande

    Miguel Sousa Tavares analisou esta segunda-feira, no Jornal da Noite, a polémica em torno de Pedro Passos Coelho, depois do presidente do PSD ter pedido desculpas por ter "usado informação não confirmada", ao falar na existência de suicídios, depois desmentidos, como consequência da falta de apoio psicológico na tragédia de Pedrógão Grande. Sousa Tavares considera que Passos Coelho deu "mais um tiro no pé" e defende que o líder da oposição "está notoriamente desgastado" e "caminha para uma tragédia eleitoral autárquica".

    Miguel Sousa Tavares

  • Este texto é sobre o bom senso. O bom senso que faltou a Passos Coelho quando, esta manhã, depois de uma visita pelas áreas ardidas de Pedrógão Grande, decidiu falar em suicídios. Passos não se referiu a tentativas, mas sim a atos consumados. Deu certezas. Disse que tinha conhecimento de “pessoas que puseram termo à vida” porque “que não receberam o apoio psicológico que deviam.”

    Bernardo Ferrão

  • Simplex+2017 promete simplificar burocracia
    1:08

    País

    Já está online o novo Simplex+2017, que vai simplificar a vida dos cidadãos, empresas e administração pública. Pagar impostos com cartão de crédito e ter o cartão de cidadão ou a carta de condução no telemóvel são alguns exemplos do que está previsto.

  • Homem fala ao telefone com o filho que pensava estar morto

    Mundo

    Um norte-americano que tinha estado presente no funeral do filho recebeu, 11 dias depois, uma chamada telefónica de um homem que o pôs em contacto... com o filho que havia enterrado semana e meia antes. Tudo por causa de um erro do gabinete de medicina legal.