sicnot

Perfil

País

Programação do Andanças retomada e todos os palcos estão em funcionamento

A programação normal do festival Andanças, em Castelo de Vide, foi retomada a partir das 19:00 e todos os palcos estão em funcionamento, após um enorme incêndio, segundo uma das responsáveis do evento.

Depois do incêndio que deflagrou num dos parques de estacionamento do evento e que danificou 422 viaturas, a responsável pela programação, Marta Guerreiro, admitiu que houve várias pessoas que desistiram de ir ao festival, mas muitas outras optaram por continuar a marcar presença, justificando que "todos os palcos" se mantivessem em atividade.

Em declarações à agência Lusa, Marta Guerreiro referiu que um balanço mais concreto sobre as atividades e presenças no evento só será possível realizar na quinta-feira.

O incêndio que deflagrou hoje num parque de estacionamento nas imediações do festival, que se realiza no distrito de Portalegre, destruiu 422 viaturas e danificou parcialmente outras nove, segundo a Proteção Civil.

Embora sem ferimentos graves, três pessoas foram assistidas no local, duas das quais foram transportadas para o hospital de Portalegre, por inalação de fumos.

A organização do festival 'Andanças' já assegurou que tem "um seguro que cobre os danos" resultantes do incêndio, estando em contacto com a seguradora para fazer uma avaliação.

O "Andanças" - Festival Internacional de Danças Populares decorre desde segunda-feira nas margens da albufeira de Póvoa e Meadas, no concelho de Castelo de Vide.

Promovida pela PédeXumbo, Associação para a Promoção da Música e Dança, a 21.ª edição do festival esperava receber, até domingo, 40 mil visitantes, numa área de 28 hectares.

Lusa

  • ANACOM apresenta recomendações para melhorar redes de telecomunicações
    1:17

    País

    A ANACOM entregou um conjunto de recomendações ao Governo, Parlamento, municípios e operadores de telecomunicações. A autoridade reguladora em Portugal das comunicações eletrónicas propõe que os cabos aéreos de telecomunicações sejam substituídos por cabos subterrâneos, entre outras coisas. O objetivo é impedir que as redes fiquem em baixo perante incêndios ou outras catástrofes.

  • Ministra do Mar não aceita suspensão da pesca da sardinha
    2:39

    Economia

    O organismo científico que aconselha a Comissão Europeia em matéria de pescas recomendou esta sexta-feira que Portugal e Espanha não pesquem sardinha no próximo ano. A Ministra do Mar não aceita esta recomendação de capturas zero e vai propor uma redução do limite de capturas de sardinha das 17 mil toneladas deste ano para cerca de 14 mil em 2018.

  • Atividade económica regista crescimento

    Economia

    A atividade económica portuguesa está a crescer ao maior ritmo dos últimos 17 anos. O crescimento registado em setembro é o mais elevado desde janeiro de 2000. Já o consumo privado registou uma diminuição face a agosto.

    SIC