sicnot

Perfil

País

Festival Andanças acorda "tranquilo"

LUSA/ ARQUIVO

O festival Andanças, em Castelo de Vide, acordou hoje "tranquilo", com os festivaleiros a fazer a vida "normal". A Polícia Judiciária está no parque de estacionamento onde ontem arderam 422 viaturas.

"O festival está a prosseguir, as pessoas continuam calmas, a fazer a sua vida normal de festivaleiras, pois os palcos e a cantina estão a funcionar", relatou à agência Lusa Catarina Serrazina, da organização do "Andanças".

Depois do enorme incêndio que deflagrou num dos parques de estacionamento e que destruiu 422 viaturas e danificou parcialmente outras nove, a organização e as autoridades retomaram hoje de manhã a recolha de dados junto dos lesados, ao passo que o festival reiniciou as suas atividades cerca das 9:30.

"Há muitas pessoas que foram lesadas pelo incêndio e nós estamos a prestar o apoio necessário, com vários psicólogos a fazer atendimento. Estamos a acompanhar uma equipa da GNR que está a identificar as matrículas dos carros, os dados das pessoas lesadas e os valores que estavam no interior das viaturas", disse.

Segundo Catarina Serrazina, "não há ainda" uma tomada de posição por parte da seguradora com quem a organização contratualizou o seguro do festival, uma vez que "estão ainda a ser recolhidos dados" junto dos proprietários dos veículos.

A Associação Portuguesa de Seguros deverá fazer hoje uma comunicação sobre o incêndio em Castelo de Vide, no distrito de Portalegre, depois de uma reunião realizada na quarta-feira à tarde para analisar a situação e de ter enviado representantes para o local, disse à Lusa fonte da entidade.

"Houve muitos carros que arderam que eram de artistas e voluntários e, num ambiente de solidariedade brutal com o festival, estão a continuar a exercer as suas funções e a fazer acontecer o festival", sublinhou Catarina Serrazina.

Além de elementos da Policia Judiciária (PJ), que continuam a proceder a investigações no local, a GNR mobilizou hoje de manhã para o terreno uma equipa de investigação criminal "reforçada", segundo disse à Lusa o oficial de relações públicas do Comando Territorial de Portalegre da GNR, tenente-coronel Carlos Belchior.

"Os trabalhos não só abrangem a continuidade da averiguação das causas do incêndio, como, principalmente, a fase de identificação de viaturas e proprietários que vai ser um trabalho exaustivo devido ao elevado número carros", disse.

O oficial acrescentou que as causas do incêndio estão por apurar, afirmando que "ainda não há uma posição formal sobre o assunto", embora os indícios apontem para a "inexistência de mão criminosa".

O Andanças - Festival Internacional de Danças Populares decorre desde segunda-feira nas margens da albufeira de Póvoa e Meadas, no concelho de Castelo de Vide.

Promovida pela PédeXumbo, Associação para a Promoção da Música e Dança, a 21.ª edição do festival espera receber, até domingo, 40 mil visitantes, numa área de 28 hectares.

Lusa

  • Défice cai 1.900 milhões até agosto

    Economia

    O défice das administrações públicas foi de 2.034 milhões de euros até agosto, uma "melhoria de 1.901 milhões" face ao mesmo período de 2016, segundo o Governo, que justifica com aumento superior a 4% da receita.

  • Atores recriam cena em que um homem é vítima de violência doméstica
    1:35
  • Ministério Público admite eventual detenção do presidente do governo da Catalunha
    2:24
  • Bispo vermelho

    "Recebia trabalhadores e sindicalistas, batia à porta de políticos e empresários, andava pelas ruas da cidade ao encontro dos que das ruas da cidade faziam casa". Joaquim Franco evoca Manuel Martins, o "bispo vermelho".

    Joaquim Franco

  • Apreendidos quase 7.000 comprimidos ilegais vendidos pela internet
    1:43

    País

    O Infarmed e a Autoridade Tributária apreenderam perto de 7.000 unidades de comprimidos ilegais.A apreensão aconteceu no âmbito de uma operação internacional da Interpol de combate aos medicamentos ilegais vendidos pela internet, explicou à SIC Luís Sande e Castro, diretor da Unidade de Inpeção do Infarmed.

  • Criar galinhas na cozinha, guerras no fogão, e drones dentro de casa
    7:28
  • Passageiro detido com 1 kg de ouro no reto

    Mundo

    Os funcionários da alfândega do aeroporto de Colombo, Sri Lanka, estranharam o comportamento de um passageiro que "caminhava com dificuldade". Um exame completo revelou a valiosa carga que levava escondida... no tubo intestinal.