sicnot

Perfil

País

Fogo no Andanças apanhou centenas de pessoas desprevenidas

Fogo no Andanças apanhou centenas de pessoas desprevenidas

O incêndio que consumiu mais de 420 carros no festival Andanças apanhou centenas de pessoas desprevenidas. Nada faria supor que num evento desta natureza, onde muitos ocupam parte das férias, pudesse acontecer um acidente desta dimensão. Recordamos como tudo aconteceu.

  • As seguradoras não avançarão antes da investigação ao incêndio no Andanças
    0:40

    País

    Depois do incêndio que deflagrou num dos parques de estacionamento e que destruiu 422 viaturas e danificou parcialmente outras nove no festival Andanças, o Ministério Público e as autoridades policiais estão a investigar as causas deste sinistro. O advogado Nuno Sapateiro acredita que "se ficar esta nuvem no ar de que poderá haver um crime, isto pode bloquear o desenvolvimento do processo na perpectiva das seguradoras".

  • Festival Andanças acorda "tranquilo"

    País

    O festival Andanças, em Castelo de Vide, acordou hoje "tranquilo", com os festivaleiros a fazer a vida "normal". A Polícia Judiciária está no parque de estacionamento onde ontem arderam 422 viaturas.

  • Organização do Andanças garante ter seguro
    1:58

    País

    Mais de 400 carros ficaram totalmente destruídos ontem num parque de estacionamento do festival Andanças, em Castelo de Vide. É o balanço da Protecção Civil, que revela ainda que outras nove viaturas ficaram parcialmente danificadas. A organização do festival garantiu ter seguro, no entanto o mesmo só será acionado caso haja responsabilidades a imputar ao Andanças.

  • Marcelo de volta a casa após diagnóstico de gastroenterite aguda
    3:37
  • Saransk tanto anseia por Ronaldo que até lhe fizeram um vídeo e uma música
    3:07
  • Ronaldo no País dos Sovietes: Danças e cantares
    3:49
  • Portugal quer atrair imigrantes
    1:28

    País

    O Governo prepara-se para regularizar a situação de 30 mil imigrantes ilegais que vivem em Portugal. De acordo com a edição deste sábado do semanário Expresso, o Executivo pretende também abrir portas a 75 mil novos imigrantes por ano.