sicnot

Perfil

País

Madeira sob aviso laranja amanhã e sábado

(Arquivo)

As regiões montanhosas da ilha da Madeira vão estar sob aviso laranja sexta-feira e sábado devido ao tempo quente, segundo informações do Instituto Português do Mar e da Atmosfera (IPMA).

Na quarta-feira, o IPMA adiantou em comunicado que o arquipélago da Madeira vai estar entre sexta-feira e terça-feira da próxima semana sob a influência direta de uma massa de ar tropical continental, quente e seco.

Por isso, "a temperatura máxima do ar deverá atingir valores entre 29 e 33ºC e a temperatura mínima deverá variar entre 20 e 25ºC. Estes valores serão acompanhados por humidade relativa muito baixa, em particular acima de 200/300 metros de altitude", indicou o Instituto.

Nas regiões montanhosas e nos extremos leste e oeste da ilha da Madeira, prevê-se vento temporariamente moderado a forte, com rajadas da ordem de 70 a 80 quilómetros por hora.

O IPMA alertou também para a possibilidade da presença de poeiras na baixa atmosfera oriundas do norte de África.

"No entanto, atendendo às concentrações previstas, não se espera que tenham impacto relevante no arquipélago", é indicado na nota.

De acordo com o Instituto, as regiões montanhosas da Madeira vão estar sob 'Aviso Laranja' entre as 10:00 de sexta-feira e as 17:00 de sábado devido à persistência de valores elevados da temperatura máxima.

O 'Aviso Laranja', o segundo mais grave de uma escala de quatro, é emitido devido a uma situação meteorológica de risco moderado e elevado.

O arquipélago da Madeira encontra-se sob 'Aviso Amarelo' desde as 04:00 de hoje e até às 17:00 de sábado devido ao tempo quente.

O 'Aviso Amarelo' é o terceiro mais grave numa escala de quatro e significa "risco para determinadas atividades dependentes da situação meteorológica".

O Instituto prevê para hoje na Madeira céu geralmente pouco nublado, apresentando períodos de maior nebulosidade nas vertentes norte e na ilha de Porto Santo.

Está também previsto vento moderado de nordeste, soprando forte com rajadas até 80 quilómetros por hora nos extremos leste e oeste da ilha da Madeira, e nas zonas montanhosas, possibilidade de neblinas durante a madrugada e manhã na costa sul e vento moderado a bonançoso.

No Funchal as temperaturas vão oscilar entre 20 e 28 graus Celsius.

Lusa

  • O tempo para hoje
    0:32

    País

    O Instituto Português do Mar e da Atmosfera (IPMA) prevê para hoje nas regiões do norte e centro céu geralmente muito nublado, diminuindo gradualmente de nebulosidade nas regiões do interior a partir da manhã, períodos de chuva fraca ou chuvisco até ao início da tarde, em especial no litoral. Está também previsto vento fraco a moderado do quadrante oeste, soprando moderado de noroeste durante a tarde, neblina ou nevoeiro matinal, pequena subida da temperatura mínima nas regiões do litoral e pequena descida nas regiões do interior e descida da máxima, em especial no interior.

  • A morte das sondagens foi ligeiramente exagerada

    Um atentado sem efeitos eleitorais, sondagens que acertaram em praticamente tudo, inexistência do chamado eleitorado envergonhado. E um candidato que se situa no centro político com fortíssimas hipóteses de vencer a segunda volta. As presidenciais francesas tiveram uma chuva de acontecimentos anormais, mas acabam por ser um choque de normalidade. Pelo menos até agora...

    Ricardo Costa

  • "O FC Porto não merece ser campeão"
    2:23
    Play-Off

    Play-Off

    DOMINGO 22:00

    O empate do FC Porto com o Feirense foi o principal assunto do Play-Off da SIC Notícias, este domingo. Rodolfo Reis mostrou-se insatisfeito com a atitude dos jogadores do FC Porto.

  • Incêndio em Alfragide deixa 12 pessoas desalojadas
    1:59

    País

    Um incêndio destruiu este domingo a cobertura de um prédio de habitação em Alfragide, no concelho da Amadora. Doze pessoas ficaram desalojadas, mas ninguém ficou ferido. Os bombeiros dominaram o fogo em cerca de uma hora, os moradores queixam-se da falta de eficácia no combate às chamas.

  • Uma volta a Portugal. De bicicleta mas sem licra

    País

    Um grupo de professores propõe-se a repetir o percurso da 1.ª Volta a Portugal em Bicicleta, 90 anos depois. Não se trata de uma corrida, pelo contrário querem provar que qualquer um o pode fazer e promover o uso da bicicleta como meio de transporte pessoal. “Dar a volta” parte para a estrada esta quarta-feira, de Lisboa a Setúbal, tal como em 26 de abril de 1927.

    Ricardo Rosa