sicnot

Perfil

País

PJ investiga origem do fogo que consumiu 422 carros no Andanças

PJ investiga origem do fogo que consumiu 422 carros no Andanças

A Polícia Judiciária está a investigar as causas do incêndio que ontem destruiu 422 carros num parque de estacionamento do festival Andanças, em Castelo de Vide. As causas do incêndio serão determinantes para apurar a responsabilidade dos prejuízos.

  • Quem paga os prejuízos aos proprietários dos carros ardidos no Andanças?
    1:43

    País

    O incêndio no festival Andanças destruiu 422 carros. A indemnização dos proprietários das viaturas ardidas depende agora do tipo de seguro que cada um tiver. A organização do festival já acionou o seguro que fez do evento e um perito está em Castelo de Vide a acompanhar os trabalhos de investigação da equipa da Polícia Judiciária.

  • Fogo no Andanças apanhou centenas de pessoas desprevenidas
    2:09

    País

    O incêndio que consumiu mais de 420 carros no festival Andanças apanhou centenas de pessoas desprevenidas. Nada faria supor que num evento desta natureza, onde muitos ocupam parte das férias, pudesse acontecer um acidente desta dimensão. Recordamos como tudo aconteceu.

  • As seguradoras não avançarão antes da investigação ao incêndio no Andanças
    0:40

    País

    Depois do incêndio que deflagrou num dos parques de estacionamento e que destruiu 422 viaturas e danificou parcialmente outras nove no festival Andanças, o Ministério Público e as autoridades policiais estão a investigar as causas deste sinistro. O advogado Nuno Sapateiro acredita que "se ficar esta nuvem no ar de que poderá haver um crime, isto pode bloquear o desenvolvimento do processo na perpectiva das seguradoras".

  • Festival Andanças acorda "tranquilo"

    País

    O festival Andanças, em Castelo de Vide, acordou hoje "tranquilo", com os festivaleiros a fazer a vida "normal". A Polícia Judiciária está no parque de estacionamento onde ontem arderam 422 viaturas.

  • Organização do Andanças garante ter seguro
    1:58

    País

    Mais de 400 carros ficaram totalmente destruídos ontem num parque de estacionamento do festival Andanças, em Castelo de Vide. É o balanço da Protecção Civil, que revela ainda que outras nove viaturas ficaram parcialmente danificadas. A organização do festival garantiu ter seguro, no entanto o mesmo só será acionado caso haja responsabilidades a imputar ao Andanças.

  • Passos explica porque se irritou com Costa
    0:42

    Economia

    Depois das imagens em que surgiu visivelmente irritado com António Costa, no último debate quinzenal, Passos Coelho veio agora explicar porquê. Na discussão com o primeiro-ministro, o líder do PSD não gostou que Costa tivesse insinuado que a fuga de 10 mil milhões de euros para offshores tenha ocorrido por inação do Governo anterior.

  • Ferro Rodrigues desvaloriza críticas do CDS
    3:24

    Caso CGD

    Marcelo Rebelo de Sousa fez questão de receber em público Ferro Rodrigues antes de um almoço com o presidente da Assembleia da República. O Presidente também recebeu a representante do CDS-PP, Assunção Cristas, que foi apresentar queixa de Ferro Rodrigues e da maioria de esqueda em relação à comissão de inquérito da Caixa Geral de Depósitos. Ferro Rodrigues desvalorizou as críticas.

  • Regime de Pyongyang nega envolvimento na morte de Kim Jong-nam 
    1:53

    Mundo

    A polícia da Malásia diz que o irmão do líder da Coreia do Norte foi morto com uma arma química. Os investigadores encontraram vestígios de gás VX no corpo de Kim Jong-nam, um gás letal proibido pelas convenções internacionais. O Governo da Coreia do Sul pediu esta sexta-feira ao regime de Pyongyang que admita que está por detrás da morte de Kim Jong-nam mas o mesmo já veio negar o envolvimento no assassinato.