sicnot

Perfil

País

Alegações do julgamento dos quatro argelinos marcadas para segunda-feira

As alegações do julgamento sumário dos quatro argelinos que, no sábado, invadiram a pista do aeroporto de Lisboa foram marcadas para segunda-feira de manhã, disse a juíza Sofia Abreu.

A audiência, no 4.º Juízo do Tribunal de Pequena Instância Criminal de Lisboa, esteve suspensa durante mais de seis horas, enquanto era aguardada uma resposta do Serviço de Estrangeiros e Fronteiras (SEF) sobre se tinham dado entrada os requerimentos de abertura de procedimento de pedido de asilo, solicitados pelas advogadas dos quatro arguidos.

Perto das 19:00, a juíza reabriu a audiência, justificando a demora no recomeço do julgamento com o tempo em que o tribunal esteve à espera da resposta do SEF.

A magistrada marcou as alegações para segunda-feira, dado o adiantado da hora.

Na resposta dada ao tribunal, o SEF indicou que apenas tinha recebido as notificações do tribunal, e não os requerimentos apresentados pelas advogadas dos arguidos.

Segundo a juíza, e de acordo com a lei 26/2014, o SEF tem cinco dias úteis para se pronunciar sobre a abertura de processo de asilo.

A sentença vai ser lida na terça-feira.

Os quatro argelinos são acusados dos crimes de introdução em espaço vedado ao público e atentado à segurança em espaço aéreo.

Um deles é também acusado de violação de medida de interdição e está proibido de entrar em Espanha, o que, segundo a acusação, ao abrigo da lei, o impede de entrar no Espaço Schengen, do qual Portugal faz parte.

Na quinta-feira, os arguidos, dois deles irmãos, reconheceram os crimes de que são acusados e disseram que pretendiam viver em Portugal.

De acordo com a PSP, ouvida em tribunal, o Aeroporto Humberto Delgado esteve encerrado no sábado durante 34 minutos, depois de os quatro homens terem fugido ao controlo de passaportes e entrado "numa zona restrita", mais concretamente na pista de aterragem.

Lusa

  • Confrontos entre gangues rivais na prisão brasileira de Natal

    Mundo

    Dois gangues rivais entraram em confronto na Penitenciária de Alcaçuz, a mesma onde morreram 26 presos num motim esta semana, avança a agência France Press. O site da Globo refere que há um morto e sete feridos. O Exército já foi chamado a intervir.

    Em desenvolvimento

  • As crianças e o frio. O que vestir
    1:58

    País

    O médico Pedro Ribeiro da Silva, da Direção-Geral da Saúde, aconselha especial cuidado com as extremidades do corpo - usar luvas e gorros. E demasiado agasalhadas pode levá-as a transpirar mais e, consequentemente, desidratar.

  • Transportes públicos de Cascais vão ficar mais baratos
    2:32

    Economia

    Os transportes públicos de Cascais vão ficar mais baratos já a partir do próximo mês e a poupança nos passes combinados pode chegar até aos 12 euros por mês. Para além disso, foram criados 1280 lugares de estacionamento gratuito junto às estações da CP e Governo reafirma ainda que a linha será alvo de obras de melhoramentos este ano. Em 2016 passaram pela linha de Cascais 25 milhões de passageiros, mais 2,9% que no ano anterior.

  • Edíficio histórico de Teerão desmorona-se durante incêndio
    1:20
  • Cantora da Lambada encontrada morta carbonizada

    Cultura

    A cantora brasileira Loalwa Braz Vieira, ícone da Lambada do fim dos anos 80 e intérprete da música "Chorando se foi", foi encontrada morta num carro incendiado em Saquarema, Rio de Janeiro. A notícia é avançada pela Globo.