sicnot

Perfil

País

Alegações do julgamento dos quatro argelinos marcadas para segunda-feira

As alegações do julgamento sumário dos quatro argelinos que, no sábado, invadiram a pista do aeroporto de Lisboa foram marcadas para segunda-feira de manhã, disse a juíza Sofia Abreu.

A audiência, no 4.º Juízo do Tribunal de Pequena Instância Criminal de Lisboa, esteve suspensa durante mais de seis horas, enquanto era aguardada uma resposta do Serviço de Estrangeiros e Fronteiras (SEF) sobre se tinham dado entrada os requerimentos de abertura de procedimento de pedido de asilo, solicitados pelas advogadas dos quatro arguidos.

Perto das 19:00, a juíza reabriu a audiência, justificando a demora no recomeço do julgamento com o tempo em que o tribunal esteve à espera da resposta do SEF.

A magistrada marcou as alegações para segunda-feira, dado o adiantado da hora.

Na resposta dada ao tribunal, o SEF indicou que apenas tinha recebido as notificações do tribunal, e não os requerimentos apresentados pelas advogadas dos arguidos.

Segundo a juíza, e de acordo com a lei 26/2014, o SEF tem cinco dias úteis para se pronunciar sobre a abertura de processo de asilo.

A sentença vai ser lida na terça-feira.

Os quatro argelinos são acusados dos crimes de introdução em espaço vedado ao público e atentado à segurança em espaço aéreo.

Um deles é também acusado de violação de medida de interdição e está proibido de entrar em Espanha, o que, segundo a acusação, ao abrigo da lei, o impede de entrar no Espaço Schengen, do qual Portugal faz parte.

Na quinta-feira, os arguidos, dois deles irmãos, reconheceram os crimes de que são acusados e disseram que pretendiam viver em Portugal.

De acordo com a PSP, ouvida em tribunal, o Aeroporto Humberto Delgado esteve encerrado no sábado durante 34 minutos, depois de os quatro homens terem fugido ao controlo de passaportes e entrado "numa zona restrita", mais concretamente na pista de aterragem.

Lusa

  • Zeca Afonso morreu há 30 anos
    1:11
  • Mariana Mortágua acusa Governo anterior de deixar escapar milhões para offshores
    1:39

    Opinião

    Mariana Mortágua e Adolfo Mesquita estiveram na Edição da Noite da SIC Notícias para mais um Esquerda Direita. Mariana Mortágua acusou o Governo anterior de, por opção ou negligência, ter deixado escapar 10 mil milhões de euros para offshores. Já Adolfo Mesquita Nunes, do CDS-PP, desvalorizou o assunto afirmando que serve apenas para desviar as atenções da questão da Caixa Geral de Depósitos

  • Compensa comprar a granel?
    8:39
  • Técnica de defesa contra aperto de mão de Donald Trump
    1:39
  • Vídeo mostra aterragem de Harrison Ford que quase causou um desastre

    Mundo

    Harrison Ford quase provocou um grave acidente quando, ao pilotar um dos seus aviões, falhou a pista de aterragem e esteve muito perto de chocar contra um um Boeing 737, com mais de 100 pessoas a bordo. O incidente com o ator norte-americano, considerado um piloto experiente, aconteceu na passada segunda-feira, dia 13, no Condado de Orange, na Califórnia, e o momento foi captado em vídeo.

  • Descoberta nova espécie de primatas em Angola

    Mundo

    Uma equipa britânica de cientistas descobriu uma nova espécie de galagos anões, um primata pertencente à família dos galonídeos - comum na África subsariana -, na floresta ameaçada da Kumbira, localizada na província do Cuanza Sul, noroeste de Angola.

  • Vestidos da princesa Diana em exposição
    1:29

    Mundo

    As roupas mais emblemáticas da princesa Diana vão estar em exposição no Palácio de Kensington, em Londres, a partir de sexta-feira. O objetivo é mostrar a evolução do estilo da princesa de Gales, considerada um dos maiores ícones de moda de sempre.