sicnot

Perfil

País

O tempo para hoje

O tempo para hoje

O Instituto Português do Mar e da Atmosfera (IPMA) prevê para hoje no continente céu pouco nublado ou limpo, apresentando períodos de maior nebulosidade no litoral oeste até ao início da manhã, vento em geral fraco do quadrante norte, sendo temporariamente de sudoeste na costa sul do Algarve, soprando moderado, de nordeste nas terras altas até ao início da manhã e para o final do dia, e de noroeste no litoral oeste em especial durante a tarde.

Está também prevista neblina ou nevoeiro matinal, em especial na região centro, pequena descida da temperatura mínima nas regiões norte e centro, em especial no litoral e subida da temperatura máxima, em especial nas regiões norte e interior centro e sul.

Na Madeira prevê-se tempo quente com céu geralmente pouco nublado, apresentando-se geralmente muito nublado nas vertentes norte e na ilha de Porto Santo até meio da tarde.

A previsão aponta também para vento moderado a forte de nordeste, soprando por vezes forte com rajadas até 80 quilómetros por hora nos extremos leste e oeste da ilha da Madeira, e nas terras altas em especial até ao início da tarde e subida de temperatura.

Para os Açores está previsto céu com boas abertas, tornando-se encoberto para a tarde, períodos de chuva fraca ou chuvisco, especialmente a partir do final da tarde e vento sudoeste moderado a fresco com rajadas até 50 quilómetros por hora.

Quanto às temperaturas, em Lisboa vão variar entre 17 e 30 graus Celsius, no Porto entre 13 e 26, em Vila Real entre 14 e 32, em Viseu entre 13 e 31, em Bragança entre 13 e 31, na Guarda entre 13 e 29, em Coimbra entre 15 e 31, em Castelo Branco entre 18 e 35, em Santarém entre 16 e 35, em Évora entre 16 e 38, em Beja entre 15 e 37, em Faro entre 20 e 35, no Funchal entre 25 e 29, em Ponta Delgada entre 22 e 26, na Horta entre 23 e 27 e em Santa Cruz das Flores entre 22 e 27.

  • "O que é isto, mamã?"
    36:23
  • O ensino à distância em Portugal
    4:12

    País

    Em Portugal, o ensino básico e secundário à distância já conta com 300 alunos e com a preciosa ajuda das novas tecnologias. É através do computador que a escola viaja e acompanha os alunos, alguns com doenças que não os permitem ir às aulas, outros que são atletas de alta competição e que têm a maior parte do tempo ocupado por treinos ou ainda os que fazem parte de famílias itenerantes, como é o caso dos que vivem no circo e andam de terra em terra.

  • Aprender a jogar badminton ao ritmo do samba
    2:54

    Mundo

    No Brasil, a correspondente da SIC foi conhecer um projeto social no Rio de Janeiro que mistura samba e desporto. Um desporto que ainda é pouco praticado mas que tem sido fundamental para transformar a vida de jovens das favelas e para descobrir novos talentos do badminton brasileiro.

    Correspondente SIC