sicnot

Perfil

País

Celebrar os 50 anos da ponte 25 de Abril

Celebrar os 50 anos da ponte 25 de Abril

Em Almada, os 50 anos da 25 de Abril estão a ser comemorados na zona de Cacilhas. O fogo de artifício da última noite foi o ponto alto das celebrações.

  • Salazar não queria, mas a ponte que uniu as margens foi erguida
    3:43

    País

    A primeira ponte sobre o Tejo, que já foi Salazar e agora é 25 de Abril, faz 50 anos. A inauguração foi a 6 de agosto de 1966 e, na época era a maior ponte da Europa. Os trabalhos duraram quatro anos e ficaram concluídos seis meses antes do tempo. Salazar votou contra no Conselho de Ministros que decidiu a construção da ponte.

  • Ponte 25 de Abril vai ter um elevador panorâmico e um centro de interpretação
    0:35

    País

    No próximo ano a ponte 25 de Abril vai ter um elevador panorâmico e um centro de interpretação. O projeto, que vai nascer junto à base do pilar de Alcântara, vai ser lançado na próxima terça-feira.A parceria entre a Infraestruturas de Portugal, que faz a gestão da ponte, e o Turismo de Lisboa vai permitir uma nova visão sobre a cidade e o rio Tejo. A iniciativa faz parte das comemorações dos 50 anos da ponte.

  • Ponte 25 de Abril inaugurada há 50 anos
    5:50

    Edição da Manhã

    No próximo sábado, 6 de agosto, a Ponte 25 de Abril faz 50 anos. A inauguração, em 1966, permitiu a ligação rodoviária, sobre o Tejo, entre Lisboa e Almada. José Gonçalves, vice presidente da Câmara Municipal de Almada, esteve na Edição da Manhã.

  • Passos Coelho pede desculpa aos portugueses
    3:35
  • Pyongyang compara Trump a Hitler

    Mundo

    A Coreia do Norte compara o Presidente norte-americano Donald Trump a Adolf Hitler. Pyongyang já acostumou o mundo à sua linguagem "colorida" quando critica os seus inimigos. Mas comparações com o responsável por mais de 60 milhões de mortes são muito raras.

  • Glifosato na lista de produtos cancerígenos na Califórnia

    Mundo

    O estado norte-americano da Califórnia, nos Estados unidos, pode vir a obrigar o fabricante do popular herbicida Roundup a comercializar o produto com um rótulo que informe os consumidores de que o produto é cancerígeno. O glifosato, princípio ativo do herbicida Roundup fabricado pela Monsanto, consta de uma lista que vai ser divulgada na Califórnia, a 7 de julho, de produtos químicos potencialmente cancerígenos.