sicnot

Perfil

País

Fogo em Gondomar aproxima-se de várias casas

SIC

O incêndio que começou na tarde de sexta-feira na freguesia de Melres e Medas, concelho de Gondomar, distrito do Porto, tem duas frentes ativas "bastante longas" e está a aproximar-se de duas povoações, revelaram os Bombeiros Voluntários de Melres.

O presidente da Câmara de Gondomar, Marco Martins, adiantou à Lusa que o incêndio está a aproximar-se das povoações de Vilarinho e de Moreira, na freguesia de Melres e Medas e que a "prioridade é defender as habitações".

O autarca, que tutela a Proteção Civil, disse estar "à espera de um reforço de meios" para combater as chamas e acrescentou que "desde as 09:00 que foram pedidos meios aéreos", sem sucesso.

"Há um reforço de meios terrestres a caminho", acrescentou Marco Martins, indicando que "foram pedidos meios aéreos, mas parece que não há".

De acordo com o autarca, não existem, neste momento, casas evacuadas.

Fonte dos Bombeiros Voluntários de Melres disse à Lusa, por volta das 09:30 de hoje, que o fogo que começou na tarde de sexta-feira na freguesia de Melres e Medas, estava "perto de casas" no lugar de Costeirinha.

As chamas em "povoamento misto" avançaram entretanto para "duas frentes ativas", indicava, pelas 11:30, a página da internet da Autoridade Nacional de Proteção Civil (ANPC).

De acordo com aquela entidade, estão a combater o fogo 87 homens, 29 viaturas e um meio aéreo.

Este é um dos três incêndios que a ANPC destaca como "ocorrência importante".

Lusa

  • ANACOM apresenta recomendações para melhorar redes de telecomunicações
    1:17

    País

    A ANACOM entregou um conjunto de recomendações ao Governo, Parlamento, municípios e operadores de telecomunicações. A autoridade reguladora em Portugal das comunicações eletrónicas propõe que os cabos aéreos de telecomunicações sejam substituídos por cabos subterrâneos, entre outras coisas. O objetivo é impedir que as redes fiquem em baixo perante incêndios ou outras catástrofes.

  • Ministra do Mar não aceita suspensão da pesca da sardinha
    2:39

    Economia

    O organismo científico que aconselha a Comissão Europeia em matéria de pescas recomendou esta sexta-feira que Portugal e Espanha não pesquem sardinha no próximo ano. A Ministra do Mar não aceita esta recomendação de capturas zero e vai propor uma redução do limite de capturas de sardinha das 17 mil toneladas deste ano para cerca de 14 mil em 2018.

  • Atividade económica regista crescimento

    Economia

    A atividade económica portuguesa está a crescer ao maior ritmo dos últimos 17 anos. O crescimento registado em setembro é o mais elevado desde janeiro de 2000. Já o consumo privado registou uma diminuição face a agosto.

    SIC