sicnot

Perfil

País

Fogo em Gondomar aproxima-se de várias casas

SIC

O incêndio que começou na tarde de sexta-feira na freguesia de Melres e Medas, concelho de Gondomar, distrito do Porto, tem duas frentes ativas "bastante longas" e está a aproximar-se de duas povoações, revelaram os Bombeiros Voluntários de Melres.

O presidente da Câmara de Gondomar, Marco Martins, adiantou à Lusa que o incêndio está a aproximar-se das povoações de Vilarinho e de Moreira, na freguesia de Melres e Medas e que a "prioridade é defender as habitações".

O autarca, que tutela a Proteção Civil, disse estar "à espera de um reforço de meios" para combater as chamas e acrescentou que "desde as 09:00 que foram pedidos meios aéreos", sem sucesso.

"Há um reforço de meios terrestres a caminho", acrescentou Marco Martins, indicando que "foram pedidos meios aéreos, mas parece que não há".

De acordo com o autarca, não existem, neste momento, casas evacuadas.

Fonte dos Bombeiros Voluntários de Melres disse à Lusa, por volta das 09:30 de hoje, que o fogo que começou na tarde de sexta-feira na freguesia de Melres e Medas, estava "perto de casas" no lugar de Costeirinha.

As chamas em "povoamento misto" avançaram entretanto para "duas frentes ativas", indicava, pelas 11:30, a página da internet da Autoridade Nacional de Proteção Civil (ANPC).

De acordo com aquela entidade, estão a combater o fogo 87 homens, 29 viaturas e um meio aéreo.

Este é um dos três incêndios que a ANPC destaca como "ocorrência importante".

Lusa

  • A fuga dos PIDES
    20:08
  • Dominado incêncio no centro de tratamento de resíduos da Tratolixo
    1:55

    País

    O fogo na Tratolixo, em Trajouce, deflagrou esta segunda-feira à noite. As chamas foram controladas a meio da manhã pelos bombeiros. No local estão 133 operacionais, apoiados por 51 veículos. O fogo não fez vítimas nem danos materiais. O vento dificultou o combate às chamas.

  • Duas execuções no mesmo dia pela primeira vez em 17 anos nos EUA

    Mundo

    O estado norte-americano do Arkansas (sul) executou, na noite de segunda-feira, dois condenados à morte, o que sucede pela primeira vez em 17 anos no país, anunciou a procuradora-geral daquele estado. Jack Jones e Marcel Williams, condenados separadamente na década de 1990 à pena capital por violação e assassínio, receberam uma injeção letal depois de diferentes tribunais terem rejeitado os respetivos recursos, afirmou Leslie Rutledge, em comunicado.