sicnot

Perfil

País

Onze detidos no Meo Sudoeste por suspeita de tráfico de droga

Onze pessoas foram detidas por suspeita de tráfico de droga durante a operação policial realizada pela GNR no festival Sudoeste, que terminou domingo na Herdade da Casa Branca, em Odemira, distrito de Beja, divulgou a Guarda.

Em comunicado, o Comando Territorial de Beja da GNR refere que os detidos, com idades entre os 21 e os 28 anos, foram sujeitos a termo de identidade e residência (TIR), numa operação que se saldou também por 19 autos de contraordenação por consumo de droga.

Durante a operação direcionada para a segurança e policiamento da 20.ª edição do festival, por onde passaram cerca de 200 mil pessoas, foram apreendidas 606 doses de haxixe, 36 doses de drogas sintéticas, quatro doses de canábis e outras quatro de cocaína, um bastão extensível e 658 euros em dinheiro.

Realizada desde 30 de julho, quando se iniciou o campismo, até hoje, a operação policial contou diariamente com mais de uma centena de militares de todas as valências da GNR.

No comunicado, o Comando Territorial de Beja da GNR destaca "a excelente colaboração" com a organização do "Meo Sudoeste 2016", "facto que permitiu garantir um ambiente de segurança às mais de 200 mil pessoas" que passaram pelo festival.

O promotor do festival, Luís Montez, assegurou, no domingo, terem sido batidos "recordes de público" este ano.

O Sudoeste regressa no próximo ano, entre os dias 02 e 06 de agosto.

Lusa

  • Adeus, Sudoeste
    3:34

    Cultura

    O Meo sudoeste está prestes a despedir-se da 20ª edição, mas antes do fim da festa, muitos dos campistas já estão de malas aviadas. Os festivaleiros confessam que vão sentir saudades do convívio e dos concertos.

  • Para o ano há mais
    2:24

    Cultura

    Steve Angello e Jimmy P fecharam a 20.º edição do Festival MEO Sudoeste. Muitos dos campistas que estiveram na Herdade da Casa Branca despediram-se com tristeza de 9 dias na tenda e 4 de música.

  • Queixas sobre comércio online dispararam em 2017

    Economia

    A Associação Portuguesa para a Defesa do Consumidor (Deco) recebeu 1.642 reclamações sobre compras feita pela internet em 2017, numa média de quatro queixas por dia, número que sobe para 8.538 no caso da rede social Portal da Queixa.

  • Tragédia em Vila Nova da Rainha aconteceu há uma semana
    7:18
  • Mais de 60% dos jovens não usam preservativo
    1:42
  • Doze meses de polémicas, ameaças e promessas
    3:52