sicnot

Perfil

País

PJ deteve carpinteiro suspeito de atear fogo em Braga

​A Polícia Judiciária (PJ), com a colaboração da GNR, deteve na madrugada de hoje um carpinteiro de 34 anos pela presumível autoria de um crime de incêndio florestal ocorrido no domingo nos arredores de Braga, informou fonte policial.

Em comunicado, a PJ refere que o suspeito, durante a tarde de domingo e depois de deambular de carro por vários locais, "terá ateado fogo com um cigarro, a um monte, composto essencialmente por eucaliptos, com habitações e fábricas nas suas proximidades".

Estas construções "não sofreram qualquer tipo de danos devido à pronta intervenção dos bombeiros".

No entanto, arderam mais de 50 hectares de floresta.

A PJ sublinha que o detido fora, ainda este ano, julgado e condenado também pela prática de crime de incêndio florestal ocorrido na mesma zona, há cerca de 4 meses".

O suspeito está também indiciado pela autoria de vários incêndios de ecopontos na cidade de Braga, registados desde 2015.

O detido, de 34 anos de idade, carpinteiro, vai ser presente às autoridades judiciárias, para aplicação das respetivas medidas de coação.

Em 2016, a Polícia Judiciária já identificou e deteve 21 pessoas pela autoria do crime de incêndio florestal.

Lusa

  • Bataglia deixou passar 12 milhões pela sua conta a pedido de Salgado
    2:05

    Operação Marquês

    O presidente da Escom e arguido na Operação Marquês Helder Bataglia terá admitido que Ricardo Salgado utilizou uma conta bancária do empresário, na Suíça, para passar 12 milhões de euros a Carlos Santos Silva, amigo de José Sócrates. O amigo de Sócrates e Bataglia terão combinado várias formas de não levantar suspeitas. A notícia é avançada pelo jornal Expresso na edição deste sábado.

  • Dirigente derrotado da Gâmbia concorda em ceder poder

    Mundo

    O ex-presidente e candidato derrotado das eleições na Gâmbia, Yahya Jammeh, concordou em ceder o poder ao novo Presidente do país, empossado na quinta-feira, indicou esta sexta-feira um responsável governamental senegalês.

  • Cantora brasileira conhecida pela "Lambada" terá sido assassinada
    1:25

    Mundo

    Terá sido assassinada a cantora brasileira conhecida em Portugal pela "lambada", um ritmo que marcou o fim dos anos 90. Foi encontrada carbonizada dentro do próprio carro depois de assaltada em casa. Três suspeitos suspeitos do homicídio da cantora Loalwa Braz foram já detidos.