sicnot

Perfil

País

Parte da A41 cortada em Nogueira da Regedoura, Santa Maria da Feira

Google Maps

A via da direita da autoestrada A41 foi hoje, pelas 11:00, cortada em Nogueira da Regedoura, concelho de Santa Maria da Feira, devido a um incêndio naquela localidade.

"Foi feito um corte da via da direita na A41 em Nogueira da Regedoura, em direção a Espinho, porque o fogo estava muito próximo da estrada", disse à Lusa fonte do Destacamento de Trânsito da GNR de Santa Maria da Feira.

Este incêndio em "povoamento florestal" do distrito de Aveiro está a ser combatido por 19 homens apoiados por cinco viaturas, indica a página da internet da Autoridade Nacional de Proteção Civil (ANPC), atualizada às 11:30.

A A41 é também conhecida como CREP - Circular Regional Exterior do Porto e liga Matosinhos a Espinho.

O distrito de Aveiro é um dos que mais incêndios registava àquela hora, com 18 incêndios rurais "em aberto", mobilizando 649 operacionais, 202 meios terrestres e seis meios aéreos.

O distrito do Porto continua a reunir o maior número de fogos em curso, com 27 incêndios "em aberto", envolvendo 432 homens, 131 meios terrestres e três meios aéreos.

No distrito de Viana do Castelo, oito fogos são combatidos por 189 bombeiros, 62 meios aéreos e três meios aéreos.

O incêndio que começou no domingo às 17:59 na freguesia de Covas, em Vila Nova de Cerveira está circunscrito, informou hoje a Câmara local.

Em comunicado enviado à Lusa aquela autarquia do distrito de Viana do Castelo adiantou que as chamas, que tiveram origem no concelho vizinho de Paredes de Coura, afetaram sobretudo os lugares de Ledo e Vilarinho.

"Não arderam quaisquer habitações. O fogo não chegou a estar próximo de habitações graças à pronta intervenção dos bombeiros voluntários de Vila Nova de Cerveira, que contaram com o apoio da população e ao trabalho de prevenção realizado no último ano na criação de acessos florestais", sublinhou o município.

Segundo a página oficial da Autoridade Nacional de Proteção Civil (ANPC), consultada pelas 11:28 no local estão 74 operacionais, apoiados por 27 viaturas e um meio aéreo.

Em Ponte de Lima, fonte da Câmara Municipal contactada pela Lusa revelou que o incêndio que deflagrou no domingo na freguesia Gemieira e se estendeu a Ribeira "está em fase de rescaldo, não tendo sido afetadas habitações".

A mesma fonte adiantou que as chamas afetam hoje a freguesia de Cabração.

No distrito de Braga, oito fogos mobilizam 189 operacionais, 189 meios terrestres e três meios aéreos.

Quanto às "ocorrências importantes", designação atribuída a incêndios rurais "de duração superior a três horas e com mais de 15 meios de proteção e socorro envolvidos", a ANPC destacava seis, nos distritos de Aveiro (dois), Guarda (dois), Viana do Castelo e Braga.

Lusa

  • Portugal a tremer de frio
    3:07

    País

    Portugal continua a registar temperaturas negativas, sobretudo no Norte do país. Em Trás-os-Montes, por exemplo, marcaram mínimas de 11 graus abaixo de zero e os termómetros desceram tanto que congelaram rios, canalizações de água e até aquecimentos de escolas. Mas nem tudo é mau pois os produtores falam em boa época para curar fumeiro.

  • Michelle Obama partilhou momento de despedida da Casa Branca
    1:43
  • Artista que criou poster de Obama quer invadir EUA com símbolos de esperança

    Mundo

    Shepard Fairey - o artista por trás do tão conhecido cartaz vermelho e azul "Hope" de Barack Obama, durante a campanha eleitoral de 2008 nos EUA - produziu uma série de novas imagens a tempo da tomada de posse de Donald Trump, na sexta-feira. Agora, o artista e a sua equipa querem manifestar uma posição política com a campanha "We The People", contra as ideias que o Presidente eleito tem defendido.

  • Podem as plantas ver, ouvir e até reagir?

    Mundo

    Um professor de Ciências Vegetais da Universidade de Missouri, nos Estados Unidos, passou quatro décadas a investigar as relações entre vegetais e insetos. Na visão de Jack Schultz, as plantas são "como animais muito lentos", que conseguem ver, ouvir, cheirar e até têm comportamentos próprios.

  • Zoo da Indonésia acusado de querer matar ursos à fome

    Mundo

    Um grupo de ativistas da Indonésia acusa o Jardim Zoológico de Bandung de estar a matar à fome os seus animais, incluindo os ursos-do-sol, para ser fechado. Um vídeo recentemente publicado mostra os ursos, que aparecem muito magros e a implorar por comida.