sicnot

Perfil

País

Polícia Judiciária detém alegado autor de fogo no Funchal

O alegado autor do incêndio que deflagrou nas serras de São Roque, concelho do Funchal, foi esta segunda-feira detido e aguarda o primeiro interrogatório judicial, revelou fonte da Polícia Judiciária.

A mesma fonte adiantou que "a pronta atuação da polícia permitiu chegar perto do local de ignição e, em conversa com os habitantes locais, foi fácil chegar ao suspeito".

O homem, de 24 anos, "tem antecedentes criminais" por fogo posto, disse a fonte da PJ, acrescentando que já "foi entregue no serviço prisional da Cancela, na Camacha, pelas forças de segurança".

O presidente do Governo Regional da Madeira já tinha afirmado existirem indícios de que o incêndio que deflagrou na freguesia de São Roque tinha sido "fogo posto" e que essa possibilidade estava a ser averiguada pela Polícia Judiciária.

O incêndio deflagrou hoje cerca das 15:30 na freguesia de São Roque, tendo duas habitações sido destruídas pelas chamas.

O fogo atingiu também um armazém de comércio de pneus, provocando a explosão de dois tanques de fuelóleo.

O pavilhão do Clube Desportivo de São Roque está a acolher as pessoas desalojadas ou afetadas pelo incêndio e é lá que estão a ser prestados os primeiros apoios.

O incêndio, que se alastrou à freguesia vizinha de Santo António, continuava hoje à noite a ser combatido por 70 operacionais de sete corporações diferentes da ilha, apoiados por 17 viaturas.

Lusa

  • As vantagens de comprar online
    8:03
  • Suspeito de homicídio à porta do Luanda foi ouvido em tribunal e ficou em preventiva
    1:36

    País

    O suspeito de ser o autor dos disparos que mataram um jovem junto à discoteca Luanda foi ouvido em tribunal e ficou em prisão preventiva. Segundo a investigação, tudo terá começado com um mero desacato, ainda dentro da discoteca, onde a vítima e o detido foram filmados a discutir. O homem de 23 anos está indiciado por dois crimes de homicídio, um na forma tentada.

  • Filho de Trump critica mayor de Londres por palavras de 2016

    Ataque em Londres

    Donald Trump Júnior criticou o presidente da Câmara de Londres logo a seguir ao ataque de quarta-feira que fez três mortos e mais de 40 feridos. O filho de Presidente publicou no Twitter uma reação a uma declaração de Sadiq Khan de setembro de 2016. Para o Presidente dos EUA, o ataque em Londres é "uma grande notícia".

  • Marcelo reuniu-se com líderes europeus para falar do futuro da UE
    2:31

    País

    Marcelo Rebelo de Sousa esteve esta quarta-feira em Bruxelas e participou numa homenagem às vítimas do atentado em Bruxelas, onde colocou uma coroa de flores junto ao monumento.O Presidente da República esteve também reunido com os líderes das principais instituições europeias para falar sobre o futuro da UE.