sicnot

Perfil

País

Residentes retirados de 50 habitações em Arcos de Valdevez

Residentes de 50 habitações do lugar de Vilar de Suente, Soajo, Arcos de Valdevez começaram a ser retirados cerca das 19:27, devido à proximidade do fogo que lavra desde as 04:00, disse à Lusa a proteção civil municipal.

De acordo com o vereador da proteção civil municipal, Olegário Gonçalves "o fogo na zona do Mezio e Soajo está descontrolado e a ameaçar as habitações".

"É, sobretudo, população idosa. Por causa do fogo e do fumo decidimos retirar as pessoas e colocá-las em segurança", afirmou o responsável que referiu " há vários incêndios preocupantes no concelho" e "um bombeiro ferido no fogo da Gavieira", no Parque Nacional da Peneda Gerês (PNPG).

Contactada pela Lusa, fonte dos bombeiros voluntários de Arcos de Valdevez confirmou "a mobilização de uma viatura do INEM para a Gavieira", cerca das 18:52, mas não soube indicar a gravidade dos ferimentos nem a que corporação pertence o operacional envolvido.

A mesma fonte adiantou "o incêndio que lavra na freguesia de Couto está a ameaçar várias habitações".

Lusa

  • Outros casos de fuga de prisões portuguesas
    2:58

    País

    Nos últimos cinco anos, 52 reclusos fugiram de cadeias portuguesas, mas foram todos recapturados. Entre 1999 e 2009, fugiram oito reclusos da prisão de Caxias. Em 2005, um homem condenado a 21 anos de prisão fugiu de Coimbra, viajando por França e pela Polónia. Manuel Simões acabou por ser detido no regresso a Portugal.

  • Portugal sem resposta de Moçambique sobre português desaparecido em Maputo
    1:25

    País

    Portugal tem tentado, sem sucesso, obter respostas das autoridades moçambicanas sobre o rapto de um empresário português há sete meses. De acordo com a notícia avançada este domingo pelo jornal Público, uma carta enviada há duas semanas pelo Presidente da República ao homólogo moçambicano não teve resposta. O Governo de Moçambique tem ignorado pedidos de informação das autoridades portuguesas.

  • Táxi capaz de sobrevoar filas de trânsito ainda este ano no Dubai

    Mundo

    É o sonho de muitos que passam horas intermináveis em filas de trânsito. Trata-se de um drone com capacidade para transportar pessoas. "Operações regulares" deste insólito aparelho terão início em julho, no Dubai. O anúncio foi feito pela entidade que gere os transportes da cidade. Apenas um passageiro, com o peso máximo de 100 kg, pode seguir viagem neste táxi revolucionário, capaz de sobrevoar vias congestionadas pelo trânsito.