sicnot

Perfil

País

Residentes retirados de 50 habitações em Arcos de Valdevez

Residentes de 50 habitações do lugar de Vilar de Suente, Soajo, Arcos de Valdevez começaram a ser retirados cerca das 19:27, devido à proximidade do fogo que lavra desde as 04:00, disse à Lusa a proteção civil municipal.

De acordo com o vereador da proteção civil municipal, Olegário Gonçalves "o fogo na zona do Mezio e Soajo está descontrolado e a ameaçar as habitações".

"É, sobretudo, população idosa. Por causa do fogo e do fumo decidimos retirar as pessoas e colocá-las em segurança", afirmou o responsável que referiu " há vários incêndios preocupantes no concelho" e "um bombeiro ferido no fogo da Gavieira", no Parque Nacional da Peneda Gerês (PNPG).

Contactada pela Lusa, fonte dos bombeiros voluntários de Arcos de Valdevez confirmou "a mobilização de uma viatura do INEM para a Gavieira", cerca das 18:52, mas não soube indicar a gravidade dos ferimentos nem a que corporação pertence o operacional envolvido.

A mesma fonte adiantou "o incêndio que lavra na freguesia de Couto está a ameaçar várias habitações".

Lusa

  • "Se estivesse a governar estaria preocupado com o futuro e não só com o presente"
    7:46
  • PS e PSD trocam acusações sobre Tancos
    1:18
  • E Se Fosse Consigo? Homens vítimas de violência doméstica
    31:17
  • Marcelo mergulha na baía de Luanda
    0:45
  • Défice chegou aos 2.034 milhões em agosto
    1:51

    Economia

    O défice do Estado caiu 1.900 milhões de euros até agosto, em comparação com o ano passado. A recuperação da economia ajudou a baixar o défice, com mais receitas e impostos acima do esperado. Já a despesa pública ficou praticamente inalterada e os pagamentos do Estado em atraso subiram.

  • EUA negam ter declarado guerra à Coreia do Norte

    Mundo

    Os Estados Unidos negaram esta segunda-feira ter declarado guerra à Coreia do Norte e frisaram que Pyongyang não pode disparar contra os seus aviões em águas internacionais, em resposta a uma ameaça do ministro dos Negócios Estrangeiros norte-coreano.

  • Morreu a egípcia que chegou a pesar 500 quilos

    Mundo

    A egípcia Eman Ahmed Abd El Aty, de 37 anos, que chegou a pesar 500 quilos, morreu num hospital de Abu Dabi, nos Emirados Árabes Unidos, devido a complicações cardíacas na sequência do seu excesso de peso.