sicnot

Perfil

País

Trinta e quatro concelhos do continente em risco máximo de incêndio

MIGUEL PEREIRA DA SILVA

Trinta e quatro concelhos dos distritos de Faro, Santarém, Coimbra, Guarda, Castelo Branco, Coimbra, Viseu, Porto, Vila Real, Braga e Viana do Castelo apresentam hoje risco máximo de incêndio, segundo o Instituto do Mar e da Atmosfera.

Os concelhos de Monchique (Faro), Mação, Sardoal (Santarém), Oleiros, Vila de Rei, Sertã (Castelo Branco), Pampilhosa da Serra, Góis, Oliveira do Hospital (Coimbra), Figueiró dos Vinhos, Pedrógão Grande, Castanheira de Pera e Miranda do Corvo (Coimbra), Guarda, Sabugal, Gouveia, Celorico da Beira, Trancoso, Fornos de Algodres e Aguiar da Beira (Guarda) estão hoje em risco máximo de incêndio, de acordo com o Instituto Português do Mar e da Atmosfera

Estão também em risco máximo de incêndio os concelhos de Moimenta da Beira, Vila Nova de Paiva, Castro Daire, São Pedro do Sul, Castelo de Paiva e Marco de Canaveses (Viseu), Baião e Valongo (Porto), Vila Pouca de Aguiar, Ribeira de Pena (Vila Real), Celorico de Basto, Vieira do Minho e Póvoa do Lanhoso (Braga) e Ponte da Barca (Viana do Castelo).

O Instituto colocou também em risco muito elevado e elevado de incêndio vários concelhos de todos os distritos (18) de Portugal continental.

O risco de incêndio determinado pelo IPMA engloba cinco níveis, que podem variar entre reduzido e máximo.

O cálculo é feito com base nos valores observados às 13:00 em cada dia, relativamente à temperatura do ar, humidade relativa, velocidade do vento e quantidade de precipitação nas últimas 24 horas.

O IPMA prevê para hoje no continente tempo quente com céu limpo, vento fraco a moderado do quadrante leste, rodando para norte a partir da tarde, soprando moderado a forte nas terras altas e pequena descida da temperatura máxima no litoral norte e centro.

Na Madeira prevê-se tempo quente com céu pouco nublado ou limpo, apresentando períodos de maior nebulosidade nas vertentes norte e na ilha de Porto Santo até ao início da manhã e vento moderado a forte de norte rodando para nordeste, soprando forte com rajadas até 80 quilómetros por hora nas terras altas e pequena subida de temperatura.

Para os Açores a previsão aponta para períodos de céu muito nublado com boas abertas, aguaceiros fracos e pouco frequentes durante a madrugada e manhã e vento fraco a bonançoso.

Quanto às temperaturas, em Lisboa vão oscilar entre 22 e 36 graus Celsius, no Porto entre 24 e 35, em Braga entre 18 e 41, em Viana do Castelo entre 20 e 34, em Vila Real entre 20 e 37, em Viseu entre 22 e 38, em Bragança entre 17 e 36, na Guarda entre 19 e 34, em Coimbra entre 24 e 39, em Castelo Branco entre 24 e 39, em Portalegre entre 24 e 38, em Santarém entre 20 e 41, em Évora entre 19 e 41, em Beja entre 21 e 40, em Faro entre 23 e 36, no Funchal entre 24 e 34, em Ponta Delgada, Horta e Santa Cruz das Flores entre 21 e 27.

Lusa

  • Fogo em Arouca ameaça casas

    País

    Mais de duzentos bombeiros conbatiam às 06:30 o incêndio na freguesia de Roças, concelho de Arouca, distrito de Aveiro, encontrando-se ainda algumas casas isoladas em risco, adiantou à Lusa o adjunto operacional Carlos Guerra.

  • O tempo para hoje
    0:27

    País

    O Instituto Português do Mar e da Atmosfera (IPMA) prevê para hoje no continente tempo quente com céu limpo, vento fraco a moderado do quadrante leste, rodando para norte a partir da tarde, soprando moderado a forte nas terras altas e pequena descida da temperatura máxima no litoral norte e centro.

  • Reclusos que fugiram de Caxias tiveram cúmplices
    1:59

    País

    Uma falha de Portugal poderá explicar a libertação de um dos dois chilenos que fugiram de Caxias e foram apanhados em Espanha. As autoridades portuguesas atrasaram-se a enviar o mandado de detenção e a polícia espanhola libertou o fugitivo. Na investigação da fuga, acredita-se que os 3 reclusos tiveram cúmplices e a namorada de um deles já foi interrogada.

  • Jovem indiano acorda a caminho do próprio funeral

    Mundo

    Um jovem indiano chocou os seus parente e amigos, depois de acordar no caminho para o seu próprio funeral. No mês antes, Kumar Marewad foi levado para o hospital após ser mordido por um cão de rua, ficando em estado grave.

  • Bilhete de desculpas valeu uma bolsa de estudo

    Mundo

    Um jovem chinês ganhou uma bolsa de estudos no valor de 10 mil yuan (cerca de 1.380 euros), depois de danificar acidentalmente um carro de luxo. Isto, porque após os estragos, o jovem deixou um bilhete de desculpas ao dono, assim como todo o dinheiro que tinha com ele, como compensação.