sicnot

Perfil

País

Um milhão de veículos já atravessou o Túnel do Marão

O Túnel do Marão, incluído na autoestrada entre Amarante e Vila Real, foi atravessado por um milhão de veículos após a abertura a 8 de maio, anunciou esta segunda-feira a Infraestruturas de Portugal (IP).

O utilizador um milhão do Túnel do Marão foi registado às 16:50 desta segunda-feira, precisamente três meses após a abertura ao trânsito desta infraestrutura.

A Autoestrada do Marão - Túnel do Marão abriu a 8 de maio, horas depois de ter sido inaugurada pelo primeiro-ministro, António Costa.

Foi num domingo e, logo nesse dia, o túnel com quase seis quilómetros foi atravessado por 17.826 viaturas.

Neste período, o IP4, aquela que foi durante quase três décadas a principal via de acesso de Trás-os-Montes ao litoral, registou uma quebra acentuada no volume de tráfego.

Houve claramente uma transferência do trânsito para a nova autoestrada, apesar das portagens cobradas de 1,95 euros (veículos classe 1), 3,40 euros (classe 2), 4,40 euros (classe 3) e 4,90 euros (classe 4).

A IP referiu que, o elevado volume de utilizadores, com cerca de 11 mil veículos por dia, é "bem demonstrativo da grande importância que o empreendimento tem para a mobilidade e as acessibilidades na região de Trás-os-Montes".

Acrescentou ainda que o Túnel do Marão se constituiu "como uma infraestrutura promotora do desenvolvimento económico-social não só para a região mas também para o país".

A Autoestrada do Marão foi reivindicada durante anos pelos transmontanos para servir de alternativa ao sinuoso IP4, que foi palco para muitos e graves acidentes rodoviários.

O empreendimento começou a ser construído em 2009 e, depois de três paragens e do resgate da obra durante o Governo de Passos Coelho, entrou em funcionamento em maio de 2016.

Lusa

  • Temperaturas sobem no fim de semana, risco de incêndio aumenta
    1:08
  • Reveladas escutas telefónicas entre Sócrates e Ricardo Salgado
    2:39

    Operação Marquês

    Após ser detido em 2014, Ricardo Salgado recebeu uma chamada de José Sócrates a dar o seu apoio. Nas escutas é possível perceber que o antigo primeiro-ministro fala de admiração pelo ex-banqueiro, depois de Sócrates ter garantido, na semana passada na RTP, que a relação com Ricardo Salgado era apenas institucional. Noutra conversa de Sócrates, desta vez com o advogado Daniel Proença de Carvalho, o ex-primeiro-ministro criticou Marcelo Rebelo de Sousa, quando este ainda era comentador e tinha comentado a queda do BES.