sicnot

Perfil

País

Várias corporações de bombeiros combatem fogo no concelho do Funchal

As duas corporações de bombeiros do Funchal, apoiadas por outras três da Madeira, foram esta segunda-feira mobilizadas para o combate a um incêndio que deflagrou numa zona florestal na freguesia de São Roque, nas zonas altas do concelho.

Segundo fonte da Câmara Municipal do Funchal, para reforçar o combate efetuado pelos bombeiros do Funchal (Municipais e Voluntários) foram chamadas as corporações de Machico, Câmara de Lobos e Ribeira Brava.

O presidente do município do Funchal, Paulo Cafôfo, convocou a comunicação social para fazer o ponto da situação, na sede do quartel do Bombeiros Municipais, ao final da tarde.

A densa coluna de fumo é visível desde a baixa da cidade e espalhou-se por uma vasta área.

Uma testemunha no local disse que o fogo "está nas imediações de residências", "a subir a encosta para zonas inacessíveis, e que "o vento está a dificultar o combate".

A Madeira está sob alerta laranja devido às temperaturas elevadas, que se têm situado entre os 29 e 34 graus, mas atingiram hoje os 37.

Lusa

  • Menino perdido na Praia da Luz foi levado à GNR por turista
    1:11

    País

    Um menino inglês, de sete anos, esteve desaparecido na quinta-feira na Praia da Luz, no Algarve, depois de se ter perdido dos pais. A GNR colocou duas equipas de investigação no local, mas ao fim de uma hora e meia o rapaz apareceu na esquadra de Lagos acompanhado por um turista a quem terá pedido ajuda.

  • Mais viagens mas menos turistas de Portugal
    1:22

    País

    Os residentes em Portugal - sejam portugueses ou estrangeiros - realizaram quatro milhões de viagens turísticas, só no primeiro trimestre do ano. Um aumento de mais de 6% nas viagens dentro do país face ao período homólogo e de mais de 15% nas viagens para fora, de avião. O estudo é do INE, o Instituto Nacional de Estatística, que permite fazer o retrato mais claro de quem viaja e porquê.

  • Algarve sozinho gera metade dos bens transacionáveis em Portugal
    4:14

    SIC 25 Anos

    O Algarve quase não tem indústria e os especialistas consideram que é excessivamente dependente do turismo. Ainda assim, sozinho contribui com metade do que Portugal gera em bens transacionáveis. A região tem problemas graves, como a falta de médicos e um custo de vida muito alto, mas continua a atrair a maior parte dos turistas e muitos estrangeiros decidem mesmo escolher a região para viver.