sicnot

Perfil

País

Carrinha com pneu rebentado pode estar na origem de fogo em Ponte de Sor

Uma carrinha conduzida por um homem alcoolizado e com uma jante a roçar pelo asfalto provocou esta terça-feira cerca de 30 focos de incêndio e poderá estar na origem do fogo em Ponte de Sor, segundo fonte policial.

A mesma fonte revelou à agência Lusa que a GNR tem indícios de que o fogo de grandes dimensões que hoje deflagrou em Ponte de Sor e evoluiu para o concelho vizinho de Alter do Chão, no distrito de Portalegre, teve origem no reacendimento de um dos focos de incêndio.

De acordo com a fonte da Guarda, em causa está uma carrinha de caixa aberta, conduzida por um homem alcoolizado, com cerca de 60 anos, que circulava hoje de manhã, numa estrada da zona, com um pneu dianteiro rebentado e com a jante, quase derretida, em contacto com o asfalto.

Projetadas para a berma da estrada, as faíscas provocadas pela jante a roçar pelo asfalto, ao longo de cerca de 20 quilómetros, originaram perto de 30 pequenos focos de incêndio, alguns dos quais obrigaram à intervenção dos bombeiros, relatou a mesma fonte.

A GNR suspeita que o reacendimento de um dos focos de incêndio estará na origem do fogo que deflagrou depois, cerca das 15:00, em Ponte de Sor.

Segundo a mesma fonte, a carrinha foi intercetada pela Guarda, alertada por outros condutores para a situação, quando circulava na Estrada Nacional (EN) 119, no sentido Ponte de Sor/Alter do Chão, entre Vale de Açor e o cruzamento para Chança, zona onde deflagrou o incêndio de grandes dimensões.

Fiscalizado pela GNR, o condutor, que reside na zona da Grande Lisboa e se deslocou ao Alentejo em lazer, foi submetido ao teste de alcoolemia, acusando uma taxa de 2,3 gramas por litro.

Detido, o homem foi presente a tribunal, que adiou o julgamento para o dia 18 deste mês, adiantou a fonte.

Fonte do Comando Distrital de Operações de Socorro (CDOS) de Portalegre disse à Lusa que o fogo foi considerado dominado às 19:50 e que entrou em fase de rescaldo às 20:44.

Durante as operações de combate às chamas, um bombeiro recebeu assistência devido a intoxicação, por inalação de fumo, e foram cortadas temporariamente as estradas nacionais 119 e 537, referiu a fonte.

O alerta para o incêndio foi dado às 15:07, na zona de Vale de Açor, concelho de Ponte de Sor, na zona limítrofe com o município vizinho de Alter do Chão, tendo sido mobilizados 155 operacionais, com o apoio de 52 viaturas e um helicóptero.

Segundo os bombeiros, o incêndio, que chegou a ter duas frentes ativas, destruiu uma área agroflorestal, com olival, pasto, vinhas e montado, ainda por calcular.

Lusa

  • Outros casos de fuga de prisões portuguesas
    2:58

    País

    Nos últimos cinco anos, 52 reclusos fugiram de cadeias portuguesas, mas foram todos recapturados. Entre 1999 e 2009, fugiram oito reclusos da prisão de Caxias. Em 2005, um homem condenado a 21 anos de prisão fugiu de Coimbra, viajando por França e pela Polónia. Manuel Simões acabou por ser detido no regresso a Portugal.

  • Portugal sem resposta de Moçambique sobre português desaparecido em Maputo
    1:25

    País

    Portugal tem tentado, sem sucesso, obter respostas das autoridades moçambicanas sobre o rapto de um empresário português há sete meses. De acordo com a notícia avançada este domingo pelo jornal Público, uma carta enviada há duas semanas pelo Presidente da República ao homólogo moçambicano não teve resposta. O Governo de Moçambique tem ignorado pedidos de informação das autoridades portuguesas.

  • Táxi capaz de sobrevoar filas de trânsito ainda este ano no Dubai

    Mundo

    É o sonho de muitos que passam horas intermináveis em filas de trânsito. Trata-se de um drone com capacidade para transportar pessoas. "Operações regulares" deste insólito aparelho terão início em julho, no Dubai. O anúncio foi feito pela entidade que gere os transportes da cidade. Apenas um passageiro, com o peso máximo de 100 kg, pode seguir viagem neste táxi revolucionário, capaz de sobrevoar vias congestionadas pelo trânsito.