sicnot

Perfil

País

Comandante da PSP/Porto apela ao reforço urgente de efetivos

RICARDO CASTELO

O comandante metropolitano do Porto da PSP alertou hoje para a necessidade urgente de reforço de efetivos daquela polícia, que tem menos agentes que em 2000 e já não consegue "fazer omeletas sem ovos".

"É no potencial e capital humano que sentimos os nossos maiores constrangimentos. Desde 2012 o Comando Metropolitano da PSP do Porto perdeu mais de 200 agentes, ou seja, é como se de repente tivéssemos encerrado mais de dez esquadras", afirmou Miguel Mendes durante a cerimónia comemorativa do 149.º aniversário daquela estrutura policial.

Salientando que o efetivo da PSP do Porto "é hoje inferior ao total do ano 2000", estando no nível mais baixo desde então, o responsável diz sentir "cada vez mais dificuldade em corresponder às solicitações dos autarcas, das autoridades judiciárias e dos cidadãos", sendo permanentemente necessário "fazer gestão de prioridades, até para ocorrências a que há uns anos acudia sem sobrecargas".

"Mesmo o nosso efetivo da Força Destacada da Unidade Especial de Polícia, que deveria ser uma unidade de reserva, está em sobrecarga permanente, mostrando que também nessa perspetiva carecemos de revisão e reforços dos seus efetivos", notou.

De acordo com Miguel Mendes, foi já anulado "todo o ganho que possa ter sido alcançado com a reorganização do dispositivo do Porto" operada há alguns anos, que levou ao encerramento de 11 locais de atendimento, sendo que, em contrapartida, cada vez mais a polícia é solicitada "para prevenção e proximidade, para cooperação e projetos especiais e para a intervenção criminal".

"A nossa capacidade de fazer omeletas sem ovos está a esgotar-se", alertou, referindo que, adicionalmente, "algumas instituições" fazem "sistemáticas tentativas" para "impor" à PSP "obrigações" que não suas.

E, se nos últimos cinco anos "a criminalidade geral apresenta tendência para diminuir e a criminalidade violenta e grave tem propensão para decrescer", o facto é que em 2015 houve "um aumento de cerca de 3% de ocorrências, sendo que a criminalidade violenta e grave aumentou cerca de 8%", tendo sido realizado "mais 9% de detenções".

Segundo o comandante da PSP do Porto, em 2015 registaram-se quase 100.000 acionamentos de carros-patrulha, o que corresponde a 274 por dia e 11 por hora, tendo sido realizadas quase 8.500 operações planeadas, correspondentes a cerca de 79 operações por mês em cada um dos nove concelhos abrangidos por aquele comando metropolitano.

A estes números somam-se 4.300 operações preventivas de segurança e fiscalização rodoviária, quase 40 por mês em cada concelho, e mais de 2.300 operações de fiscalização a estabelecimentos hoteleiros e similares, no âmbito das armas e explosivos e da segurança privada.

No que se refere à estrutura de investigação criminal, em 2015 concluiu mais de 8.600 cartas precatórias, quase 720 por mês, e mais de 11.200 processos-crime, quase 1.000 por mês.

No total, esta polícia técnica realizou nesse ano mais de 713 buscas das quais resultou a apreensão de "mais de meio milhão de euros em dinheiro" e de "mais de 100 viaturas, de 200 armas e de 700 detenções". Fez ainda perto de 2.800 inspeções judiciárias a locais de crime com 900 recolhas positivas, das quais resultou a identificação de 200 suspeitos.

Analisando os dados do primeiro semestre deste ano, Miguel Mendes disse que "a criminalidade violenta e grave recuou 24%, ainda que o número de detidos tenha descido perto de 9%".

Para além da falta de efetivos, o responsável policial apontou ainda as "dificuldades" sentidas pela PSP do Porto ao nível de instalações: "Há anos que se reportam os problemas da Bela Vista; continuamos com as incompletas instalações da Divisão de Trânsito, temos uma degradação assinalável e contínua do edifício de Oliveira do Douro, temos esquadras inadequadas...", referiu.

Lusa

  • Ladrão apanhado em assalto à PSP
    1:35

    País

    A esquadra da PSP da Bela Vista, no Porto, foi assaltada duas vezes nas últimas duas semanas. A última tentativa foi esta madrugada. O assaltante foi apanhado nas camaratas, com dinheiro e uma arma.

  • Cardeal George Pell acusado de abuso sexual de menores na Austrália

    Mundo

    O cardeal George Pell, que dirige a Secretaria da Economia do Vaticano, foi hoje acusado de crimes de abuso sexual de menores na Austrália e intimado a comparecer em tribunal dentro de dias, anunciou a polícia. George Pell, o principal conselheiro financeiro do Papa Francisco e o mais alto representante da Igreja católica na Austrália, é o mais alto membro do Vaticano a ser formalmente indiciado por crimes relacionados com abuso sexual de menores.

  • "Foi o momento mais difícil da minha vida", disse a ministra emocionada
    3:24
  • A fábrica de caças na base aérea de Monte Real
    3:35

    País

    A Força Aérea portuguesa é a única força militar, para além da norte-americana, que pode mexer em praticamente todo o motor de um caça F-16. Na base aérea de Monte Real há uma fábrica de caças que pode levar o país a comprar mais aviões às peças, para revender a outras forças militares.

  • Comprar ou arrendar casa?
    8:25
  • Fui contactado por um espectador do “Contas-Poupança” (quartas-feiras, Jornal da Noite, SIC) e leitor do blogue www.contaspoupanca.pt, que foi surpreendido com uma carta do banco a aumentar o spread porque um dos serviços que tinha subscrito tinha sido extinguido. Neste caso específico, a domiciliação de ordenado. Ora, o cliente ficou estupefacto porque não mudou de empresa, não foi despedido nem tinha havido nenhuma alteração no recebimento do ordenado naquela conta.

    Pedro Andersson

  • NotPetya: Lourenço Medeiros explica o novo ciberataque global
    2:44

    Mundo

    A Ucrânia está a ser seriamente afetada por um novo ataque informático. Algumas empresas de grande dimensão estão a ser prejudicadas, agravando a dimensão global do ataque, o qual não parece ser dirigido a ninguém em concreto. Ontem, nas primeiras horas do ataque, não parava de crescer o número de vítimas.

  • Temer acusado de prejudicar Polícia Federal
    2:36
  • Violência volta às favelas do Rio de Janeiro
    3:21

    Mundo

    As favelas do Rio de Janeiro voltaram aos níveis de violência dos anos 90. A cidade de Deus foi uma das favelas pacificadas que voltou a registar tiroteios diariamente, os moradores falam de situações de trauma e do medo das crianças.

  • Trump interrompe telefonema para elogiar jornalista

    Mundo

    A jornalista irlandesa Caitriona Perry viu-se esta terça-feira envolvida num momento que a própria classificou de "bizarro": um encontro inesperado com Donald Trump, que interrompeu um telefonema com o primeiro-ministro irlandês para... a elogiar.

    SIC

  • Caricaturas de Trump invadem capital do Irão

    Mundo

    O Irão está a organizar um concurso internacional de caricaturas do Presidente norte-americano Donald Trump. Pelas ruas de Teerão já vão surgindo algumas imagens alusivas ao festival que vai realizar-se no próximo mês de julho.

  • Companhia aérea obriga deficiente físico a entrar no avião sem ajuda

    Mundo

    Um homem com uma deficiência física que o obriga a andar numa cadeira de rodas foi obrigado a subir sozinho as escadas de um avião da companhia aérea Vanilla Air. Hideto Kijima deparou-se com a situação quando estava a embarcar da ilha de Amami para Osaka, no Japão, com vários amigos que foram proibidos de o ajudar.

  • De onde vem o dinheiro de Isabel II?

    Mundo

    A rainha Isabel II vai ser aumentada - pelo exercício das suas funções -, em 2018, para 82,2 milhões de libras (93,5 milhões de euros). Este valor é pago pelo Estado britânico. Contudo, esta não é a única fonte de rendimento da rainha de Inglaterra. Isabel II também recebe pelas terras, casas e empresas que tem espalhadas pelo Reino Unido.

  • Cão corre os EUA a entregar águas aos árbitros em jogos de basebol
    0:20