sicnot

Perfil

País

Fogo em Arouca está "descontrolado", várias povoações evacuadas

O presidente da Câmara de Arouca, José Artur Neves, disse na terça-feira que o incêndio florestal que lavra há mais de um dia em Janarde está "descontrolado" e levou à evacuação de povoações.

"O vento levantou-se a 60 quilómetros por hora e o fogo galgou a estrada e isto está imparável", disse à Lusa o autarca.

"Já evacuámos Janarde, Meitriz e agora estamos a ver se retiramos as pessoas de Ponte Telhe. Tem aqui mais de 300 pessoas", disse José Artur Neves, acrescentando que o incêndio está ainda a colocar em risco as povoações de Celada e Celadinha.

Este fogo, que deflagrou às 14:35 de segunda-feira, nas freguesias de Covelo de Paivó e Janarde, tem esta noite duas frentes ativas.

De acordo com a informação da página da Autoridade Nacional de Proteção Civil (ANPC), atualizada às 00:00, o incêndio de Janarde está a mobilizar 144 homens, apoiados por 28 viaturas.

Este incêndio é uma das nove "ocorrências importantes" da página da ANPC, assim designadas porque decorrem há mais de três horas e mobilizam mais de 15 meios de socorro.

Lusa

  • "Os governos são diferentes mas o povo é o mesmo"
    0:45

    Economia

    O Presidente da República atribui o resultado do défice do ano passado ao espírito de sacrifício do povo português. Num jantar em Coimbra para assinalar o Dia do Estudante, Marcelo Rebelo de Sousa considerou ainda que o valor do défice de 2016 é a prova de que com governos diferentes conseguem-se os mesmos objetivos.

  • Recuo na saúde é primeira derrota de peso para Donald Trump
    1:18

    Mundo

    O Presidente norte-americano sofreu esta sexta-feira uma derrota de peso. O líder da Câmara dos Representantes retirou a proposta do plano de saúde de Trump, que se preparava para um chumbo na câmara baixa do Congresso. Para já, mantém-se o Obamacare.

  • Pai do piloto da Germanwings defende inocência do filho

    Mundo

    O pai de Andreas Lubitz declarou esta sexta-feira que o filho não é o responsável pelo embate do avião da Germanwings contra um local montanhoso, que fez 150 mortos. O Ministério Público alemão concluiu em janeiro que o incidente em 2015 foi apenas da responsabilidade do piloto.