sicnot

Perfil

País

Fogo em Castanheira de Pera obriga a evacuação da praia e ameaça habitações

Um incêndio na localidade de Ameal, em Castanheira de Pera, obrigou à evacuação da praia das Rocas e está a ameaçar algumas habitações, segundo o Comando Distrital de Operações de Socorro (CDOS) de Leiria e o município.

Na página da Autoridade de Proteção Civil (ANPC), o incêndio já chegou a ser considerado em fase de resolução, mas pouco depois o fogo voltou a estar ativo e as chamas ameaçavam habitações às 17:30, disse à Lusa o responsável do CDOS, Sérgio Gomes.

O presidente da Câmara de Castanheira de Pera, Fernando Lopes, explicou à agência Lusa que "foi necessária a evacuação da praia das Rocas para a movimentação de meios para aquele local".

O autarca referiu ainda que várias casas têm estado ameaçadas pelas chamas.

"A minha própria casa já esteve em risco. Durante a madrugada e há pouco também houve habitações ameaçadas, mas, felizmente, tem sido sempre possível controlar o incêndio. Não tenho conhecimento, até ao momento, de alguma casa ardida", acrescentou.

Fernando Lopes evidenciou ainda que no local "há muito calor e vento" e "várias frentes ativas": "É um pandemónio."

Segundo a Proteção Civil, às 17:55 o fogo estava a ser combatido por 168 operacionais, 50 meios terrestres e um meio aéreo.

Durante a manhã, um homem foi detido pela Polícia Judiciária (PJ) por suspeita de ter ateado, na noite de segunda-feira, o incêndio florestal que está a lavrar no concelho de Castanheira de Pera.

O suspeito terá lançado o fogo, com recurso a chama direta, perto das 24:00 de segunda-feira, 08 de agosto.

O detido, com 67 anos de idade, casado e reformado, "vai ser presente às autoridades judiciárias competentes para primeiro interrogatório" e "aplicação das medidas de coação tidas por adequadas", refere a nota da polícia.

Este ano, a Polícia Judiciária já identificou e deteve 24 pessoas pela autoria do crime de incêndio florestal.

Lusa

  • "Só numa ditadura é possível tentar esconder o número de vítimas"
    0:51

    Tragédia em Pedrógão Grande

    O primeiro-ministro diz que é "lamentável" a tentativa de aproveitamento político à volta dos incêndios. António Costa esteve esta quarta-feira à tarde na Autoridade Nacional de Proteção Civil e, no final do briefing, disse que é preciso confiança nas instituições do Estado. O primeiro-ministro deixou ainda muitas críticas à oposição no caso da lista de vítimas de Pedrógão Grande.

  • Sociedade de Pneumologia recomenda cuidados com calor e incêndios

    País

    A Sociedade Portuguesa de Pneumologia (SPP) alertou esta quarta-feira para os riscos respiratórios decorrentes dos incêndios e temperaturas elevadas, sobretudo para quem sofre de doenças crónicas, propondo medidas preventivas e recordando o aumento de mortalidade associado ao calor.

  • E os 10 mais ricos de Portugal são...

    Economia

    A família Amorim lidera a lista dos mais ricos do país, com uma fortuna avaliada em 3840 milhões de euros. Em segundo lugar surge Alexandre Soares dos Santos com 2532 milhões de euros. A família Guimarães de Mello ainda entra para o top 3, com um valor de 1471 milhões de euros. A lista foi elaborada pela revista EXAME, que conclui que os ricos estão ainda mais ricos, pela quarta vez consecutiva.

    Bárbara Ferreira

  • "Estou grávida! Estou a morrer!"
    1:14
  • Mulher vive sozinha numa ilha há 40 anos

    Mundo

    Zoe Lucas é a única pessoa a viver numa ilha canadiana, no norte do Atlântico. Nas últimas quatro décadas, a mulher de 67 tem partilhado a ilha Sable com cerca de 400 cavalos selvagens e 350 espécies de pássaros.