sicnot

Perfil

País

PJ detém suspeito de atear fogo em Vila Verde

A Polícia Judiciária de Braga deteve um homem de 45 anos "fortemente indiciado" pela prática de um crime de incêndio florestal em Vila Verde, informaram as autoridades.

Em comunicado, a PJ acrescenta que os factos se registaram no domingo, tendo o suspeito, "num quadro de alcoolismo", pegado num isqueiro e ateado fogo numa "zona resguardada de mato".

"Deu origem a um incêndio que consumiu mato e floresta, pondo ainda em risco as habitações próximas do local", refere ainda o comunicado.

O detido, que está desempregado, já cumpriu pena por crime da mesma natureza e vai agora ser presente às autoridades judiciárias para interrogatório judicial e aplicação das respetivas medidas de coação.

Em julho, a Polícia Judiciária já tinha detido um outro homem em Vila Verde, também por suspeita de crime de incêndio florestal.

Em 2016, a PJ já identificou e deteve 23 pessoas pela autoria do crime de incêndio florestal.

Lusa

  • Dois jovens atropelados mortalmente no concelho de Montemor-o-Velho
    2:20
  • Presidente de "O Sonho" suspeito de peculato e fraude
    2:26

    País

    O presidente das três instituições de solidariedade social de Setúbal - incluindo "O Sonho" -, que na sexta-feira foram alvo de buscas, foi constituído arguido. Florival Cardoso é, por enquanto, o único suspeito de peculato e fraude na obtenção de subsídios para as instituições.

  • Manifestação contra mina de urânio junta milhares em Salamanca
    1:39
  • Assalto a Tancos e roubo de armas da PSP podem estar relacionados
    1:24

    País

    O assalto a Tancos e o roubo de armas da PSP, três recuperadas na semana passada, podem estar relacionados. O semanário Expresso avançou este sábado que há suspeitos de terem participado nos dois assaltos e o grupo, ou parte dele, atua principalmente do Algarve, com possíveis ligações a outras organizações espalhadas pelo país ou até transacionais.

  • Cessar-fogo de 30 dias na Síria
    2:07