sicnot

Perfil

País

Plano Distrital de Emergência do Porto prolongado até quinta-feira

A Comissão Distrital de Proteção Civil (CDPC) do Porto decidiu hoje prolongar até às 20h00 de quinta-feira o Plano Distrital de Emergência (PDE) acionado na madrugada de segunda-feira, revelou à agência Lusa o presidente da entidade.

Marco Martins explicou que a decisão de manter o PDE, inicialmente ativado por 48 horas, se deve ao número elevado de incêndios que se tem registado no distrito (o Porto tem sido o distrito com o maior número de fogos rurais em todo o país), à possibilidade de agravamento das condições climatéricas, nomeadamente do vento, que "tem prejudicado" o combate às chamas, e ao cansaço dos homens e desgaste dos meios no terreno.

A ativação do PDE, inédita no Porto, levou a CDPC a pedir ao Governo um "reforço de nove grupos de combate", o equivalente a "cerca de 300 operacionais", mas o comandante distrital de Operações de Socorro do Porto revelou hoje à Lusa que "não houve reforço de meios de combate aos incêndios" no distrito, onde está ativado o Plano de Emergência, devido ao esgotamento dos recursos disponíveis no país.

.

Com Lusa

  • Francês detido em Antuérpia "queria matar"

    Mundo

    O Presidente de França François Hollande afirmou que o francês detido esta quinta-feira por conduzir um automóvel a grande velocidade na principal rua pedonal de Antuérpia, na Bélgica, "queria matar" ou "provocar um acontecimento dramático".

  • Mais de 20 milhões estão a morrer à fome em África

    Mundo

    África enfrenta a maior crise desde 1945, com mais de 20 milhões de pessoas a morrer de fome em três países, Sudão do Sul, Somália e Nigéria, disse esta quinta-feira um responsável do Programa Alimentar Mundial das Nações Unidas.

  • Menina "rouba" chapéu ao Papa
    0:27
  • Jovem violada em direto no Facebook não se sente em segurança

    Mundo

    A jovem de 15 anos que foi abusada sexualmente por cinco ou seis homens durante um vídeo em direto para o Facebook está a receber tratamento. A mãe da jovem deu uma entrevista, na qual disse que a filha já não se sente em segurança na sua vizinhança, depois de receber ameaças na internet.