sicnot

Perfil

País

Solidariedade de Viana do Castelo enche quartel com mantimentos

ARM\303\211NIO BELO

A solidariedade da população do concelho de Viana do Castelo, fustigado por vários incêndios florestais, encheu esta terça-feira o quartel dos Bombeiros Voluntários do concelho, em pleno centro da cidade.

"É inacreditável. Estou comovido e sensibilizado com o apoio das pessoas que até nem têm o fogo à porta e vêm ajudar quem está a combater as chamas", afirmou à Lusa o presidente da Associação Humanitária de Bombeiros Voluntários de Viana do Castelo, Luciano Moure, que salientou terem sido dezenas as pessoas que, ao longo do dia, se deslocaram àquele espaço para deixar mantimentos.

O responsável adiantou que os apoios vêm da sociedade civil, de empresas, super e hipermercados, restaurantes fast-food, que querem dar "o mínimo de conforto aos operacionais no terreno há vários dias".

Como a Lusa constatou, no quartel encontram-se paletes de garrafas de água, fruta, bolachas, leite, entre outros géneros alimentares que a corporação irá distribuir também pelos bombeiros municipais.

Maria Neves, de 51 anos, residente na freguesia da Areosa, disse à Lusa que "nem que fosse o último dinheiro que tivesse, dava apoio aos bombeiros".

"Nem que não tivesse nada para comer, mas não faltava com nada aos bombeiros", acrescentou.

Patrícia Pinto, de 21 anos, natural de Viana do Castelo, mas a residir no estrangeiro, também fez questão de deixar mantimentos por entender o momento muito complicado que os soldados da paz estão a enfrentar no combate às chamas.

Os bombeiros voluntários de Viana do Castelo são uma de duas corporações instaladas no concelho.

O presidente da Câmara Municipal de Viana do Castelo, José Maria Costa, disse à Lusa que pelas 17:00 havia sete "fogos críticos" a afetar quase todo o concelho.

Lusa

  • Cientistas testam útero artificial em cordeiros prematuros

    Mundo

    Um grupo de cientistas desenvolveu um útero artificial - o Biobag - que se assemelha a uma bolsa de plástico e que ajuda no desenvolvimento de cordeiros prematuros. O método foi testado nestes animais mas os cientistas do Hospital Pediátrico de Filadélfia, nos Estados Unidos, garantem que poderá vir a ser utilizado também em bebés que nascem prematuros.

  • Trump cria linha de apoio a vítimas de "extraterrestres criminosos"

    Mundo

    Quando o Governo norte-americano usa o termo "extraterrestre criminoso", refere-se a alguém que não é cidadão dos Estados Unidos da América e que foi condenado por um crime. Quando a mesma expressão é usada pelos utilizadores do Twitter, o significado é completamente diferente. Os internautas pensam na série Ficheiros Secretos e em discos voadores. Por isso, o lançamento de uma linha telefónica, por parte da Casa Branca, para as vítimas de "extraterrestres criminosos" só podia dar em confusão.

  • Casados há 69 anos, morrem de mãos dadas com 40 minutos de diferença

    Mundo

    Isaac Vatkin, de 91 anos, morreu cerca de 40 minutos depois de Teresa, de 89 anos, no passado sábado no Highland Park Hospital, no estado norte-americano Ilinóis. "Não queríamos que fossem embora, mas não podíamos pedir que partíssem de melhor maneira", afirmou o neto William Vatkin. O casal morreu no hospital poucos dias depois de celebrarem 69 anos de casados.