sicnot

Perfil

País

Acionados planos de emergência distrital de Aveiro e municipal da Mealhada

A Comissão Distrital de Proteção Civil de Aveiro ativou, esta quarta-feira à tarde, o Plano de Emergência, face ao "elevado número" de incêndios que estão a lavrar no distrito.

O anúncio foi feito pela Câmara da Mealhada, numa nota enviada ao final da tarde à agência Lusa, na qual também refere que o Plano de Emergência Municipal neste concelho foi ativado durante a manhã.

A Mealhada é um dos 19 municípios do distrito de Aveiro e, tal como Anadia, Águeda, Albergaria-a-Velha, Arouca, Castelo de Paiva e Santa Maria da Feira, tem sido das zonas mais atingidas pelos incêndios florestais, nas últimas horas.

De acordo com a página da Proteção Civil, lavravam no distrito, pelas 19:30, 18 fogos, cinco dos quais classificados como "ocorrências importantes", mobilizando um total de mais de 1.100 operacionais, apoiados por cerca de três centenas e meia de meios terrestres e oito meios aéreos.

A Comissão Distrital decidiu ativar o Plano de Emergência "tendo em conta o elevado número de ocorrências e o total empenhamento do dispositivo operacional do distrito, estando praticamente esgotadas as suas capacidades de combate e rendição", bem como a "previsível manutenção das condições meteorológicas adversas", explica aquela entidade, citada pela Câmara da Mealhada.

Por seu lado, o município "acionou, na manhã de hoje, o Plano Municipal de Emergência de Proteção Civil dada a gravidade dos incêndios que assolaram o concelho, ameaçando, ainda ao final da tarde, habitações em diversos pontos, nomeadamente nas aldeias de Várzeas e Catraia".

"Ao final da tarde, viveu-se um cenário 'dantesco'", sublinha o presidente da Câmara da Mealhada, Rui Marqueiro, citado na nota.

O responsável refere que se está a dar "o máximo dos máximos para acudir às situações mais graves" e que há cinco casas prontas para receber eventuais desalojados.

"Também está em marcha um plano para dar apoio logístico aos bombeiros de fora do concelho que vêm reforçar o combate às chamas, sendo a base deste centro a Escola Profissional Vasconcellos Lebre", na Mealhada, acrescenta a Câmara.

O Hospital da Misericórdia da Mealhada estará, entretanto, "aberto toda a noite" desta quarta-feira, "em função das diversas ocorrências de incêndios registados no concelho", informa uma nota deste estabelecimento.

Lusa

  • 6 polícias feridos e 4 detidos em manifestação pela morte de português em Londres
    1:29

    Mundo

    A manifestação começou ainda durante a tarde deste domingo, na capital britânica e culminou em violência, com 6 polícias feridos, 4 pessoas detidas e a evacuação de uma das principais estações de transportes da zona leste da Londres. Os manifestantes acusam a polícia britânica de agressão na noite de 15 de junho, quando um português, de 25 anos, foi mandado parar pela polícia. O jovem acabou por morrer no hospital 5 dias depois.

  • Novo avião da TAP a lembrar o passado
    1:32
  • Avião cruza-se com drone a 900 metros de altitude
    2:01

    País

    Um avião da TAP voltou a cruzar-se este domingo com um drone, enquanto se preparava para aterrar no aeroporto de Lisboa. A aproximação deu-se a 900 metros de altitude e passou muito perto da asa da aeronave. Este é o 10.º incidente com drones este ano e o 6.º este mês.

  • Os russos adoram Portugal
    2:48

    Taça das Confederações

    Os portugueses que foram à Rússia para a Taça das Confederações ficaram surpreendidos pela forma calorosa com que todos foram recebidos. Cristiano Ronaldo é o grande responsável por esta paixão pelo nosso país.

    Enviados SIC

  • Naufrágio na Colômbia registado em vídeo
    2:11

    Mundo

    Um barco de turismo naufragou na Colômbia, ontem à tarde. A bordo estavam cerca de 170 passageiros. Há pelo menos seis mortos confirmados e 28 pessoas continuam desaparecidas. O barco afundou-se ao largo de uma barragem, perante o olhar incrédulo de dezenas de pessoas.

  • O último adeus a Miguel Beleza

    País

    O velório do economista e ex-ministro das Finanças realiza-se esta segunda-feira na Igreja do Campo Grande, em Lisboa, a partir das 18h00.