sicnot

Perfil

País

Câmara do Funchal abre conta solidária para ajudar afetados pelos fogos

HOMEM DE GOUVEIA/LUSA

A Câmara Municipal do Funchal anunciou a criação uma conta solidária para receber donativos destinados a apoiar as pessoas afetadas pelos vários incêndios que deflagraram desde segunda-feira no concelho.

"Face à dramática situação provocada pelos incêndios de agosto de 2016 no concelho do Funchal, foi criada uma conta solidária para receber donativos que serão aplicados pelo município do Funchal no auxílio à população afetada", referiu a autarquia em comunicado.

Os donativos podem ser feitos através de uma conta aberta para o efeito no Banco Santander, com o nome "Funchal Solidário - Incêndio de agosto-2016" (N.º 0003 42777599020/IBAN: PT50 0018 0003 4277 7599 0201 0).

A Câmara do Funchal informou estarem envolvidos no combate aos incêndios que estão ativos no concelho, com focos mais complicados na zona da Boa Nova, cerca de uma centena de elementos das duas corporações de bombeiros do município, os Municipais e os Voluntários Madeirenses.

O Funchal, onde está sediado o Governo Regional, foi mais afetado pelos incêndios que deflagraram na tarde de segunda-feira na ilha da Madeira.

As chamas provocaram três vítimas mortais na zona da Pena (Santa Luzia), dezenas de casas destruídas e avultados prejuízos materiais. Cerca de mil pessoas tiveram de sair das suas casas.

Os hospitais dos Marmeleiros e João de Almada, os lares de idosos de Santa Isabel e Vale Formoso, as clínicas de Santa Luzia e Santa Catarina, além de centenas de moradias, tiveram de ser evacuados.

A zona histórica de São Pedro, na baixa da cidade, foi uma das áreas onde chegou o fogo, tendo sido necessário retirar hóspedes de uma das unidades hoteleiras.

Outros focos estão a ser combatidos nos concelhos da Calheta, Ponta do Sol e Santa Cruz.

Lusa

  • O dia que roubou dezenas de vidas em Pedrógrão Grande
    3:47
  • Morreu Miguel Beleza

    País

    Miguel Beleza, economista e antigo ministro das Finanças, morreu esta quinta-feira de paragem cardio-respiratória aos 67 anos.

  • "Estamos a ficar sem espaço. Está na hora de explorar outros sistemas solares"

    Mundo

    O físico e cientista britânico Stephen Hawking revelou alguns dos seus desejos para um novo plano de expansão espacial. Hawking está em Trondheim, na Noruega, para participar no Starmus Festival que promove a cultura científica. E foi lá que o físico admitiu que a população mundial está a ficar sem espaço na Terra e que "os únicos lugares disponíveis para irmos estão noutros planetas, noutros universos".

    SIC

  • Não posso usar calções... visto saias

    Mundo

    Perante a proibição de usar calções no emprego, um grupo de motoristas franceses adotou uma nova moda para combater o calor. Os trabalhadores decidiram trocar as calças por saias, visto que a peça de roupa é permitida no uniforme da empresa para a qual trabalham.

  • De refugiada a modelo: a história de Mari Malek

    Mundo

    Mari Malek chegou aos Estados Unidos da América quando era ainda uma criança. Chegada do Sudão do Sul, a menina era uma refugiada à procura de um futuro melhor, num país que não era o seu. Agora, anos depois, Mari Malek é modelo, DJ e atriz, e vive em Nova Iorque. Fundou uma organização sediada no país onde nasceu voltada para as crianças que passam por dificuldade, como também ela passou.