sicnot

Perfil

País

Embaixada do Reino Unido envia funcionários para ajudar britânicos na Madeira

Lusa

A embaixada do Reino Unido em Lisboa enviou dois funcionários para o Funchal para apoiarem os cidadãos britânicos, sobretudo turistas, na sequência dos incêndios na ilha, anunciou o Governo Regional.

Os funcionários consulares britânicos deverão chegar ao Funchal pelas 19h00 de hoje, segundo uma nota do Governo Regional da Madeira.

Os incêndios que deflagraram na Madeira atingiram na noite terça-feira, a zona histórica de São Pedro, na baixa da cidade do Funchal, tendo sido necessário retirar hóspedes de uma das unidades hoteleiras.

Também uma unidade hoteleira nas zonas altas de Santa Maria Maior (Choupana Hills) ficou parcialmente destruída pelas chamas.

A embaixadora do Reino Unido em Lisboa, Kirsty Hayes, manifestou também ao presidente do Governo Regional, Miguel Albuquerque, a sua "consternação e solidariedade" face aos incêndios que deflagraram desde a tarde de segunda-feira na Madeira e que se têm propagado por vários concelhos do arquipélago.

Dos vários municípios da Madeira atingidos pelos incêndios, o Funchal foi o mais afetado, tendo já provocado três vítimas mortais na zona da Pena (Santa Luzia), cerca de mil desalojados, dezenas de casas destruídas e avultados prejuízos materiais.

Os hospitais dos Marmeleiros e João de Almada, os lares de idosos de Santa Isabel e Vale Formoso, as clínicas de Santa Luzia e Santa Catarina, além de centenas de moradias tiveram de ser evacuadas.

Lusa

  • Turistas estão a ser acompanhados na Madeira

    País

    ​A presidente da Associação de Comércio e Indústria do Funchal, Cristina Pedra, disse que todos os turistas estão a ser acompanhados na Madeira e garantiu que a imagem da ilha não está a ser afetada pelo incêndio.

  • O percurso dos rendimentos de Ronaldo
    3:43

    Desporto

    O Ministério das Finanças espanhol abriu uma investigação a Cristiano Ronaldo, por eventuais irregularides na declaração dos rendimentos da publicidade. A Gestifute, empresa do agente do avançado do Real Madrid, garante que Ronaldo tem os impostos em dia. A investigação aos documentos extraídos da plataforma informática Football Leaks, liderada pela revista alemã Der Spiegel, e da qual faz parte o jornal Expresso, conseguiu traçar o percurso dos rendimentos do melhor jogador do mundo.

  • Fábio Coentrão investigado por suspeita de delitos fiscais
    3:37

    Desporto

    O Ministério Público de Madrid acusou o defesa português Ricardo Carvalho de evasão fiscal e está a investigar Fábio Coentrão por eventuais delitos fiscais. Além dos dois portugueses a justiça acusou ainda o espanhol Xabi Alonso, o argentino Ángel Di María e investiga o colombiano Falcão. As investigações surgem depois da revelação do caso Football Leaks, investigada pelo Expresso e pelo consórcio europeu de jornalistas que tiveram acesso a milhões de documentos.

  • Mais cinco ilhas dos Açores sob aviso vermelho

    País

    O Instituto Português do Mar e da Atmosfera (IPMA) elevou esta quarta-feira para vermelho o aviso para as cinco ilhas do grupo central dos Açores, onde no Faial o vento atingiu os 150 quilómetros por hora.

  • Votações sobre o mapa judiciário geram tensão no Parlamento
    2:01

    País

    O momento das votações no Parlamento ficou marcado por alguma tensão. Depois de aprovadas, em comissão, as alterações ao mapa judiciário, o PSD opôs-se a que o diploma fosse votado em plenário, uma vez que não fazia parte da versão inicial do guião de votações. A esquerda acusou os sociais-democratas de terem motivações estritamente políticas e não regimentais.

  • Uma alternativa aos serviços de enfermagem ao domicílio
    7:34
  • As primeiras palavras de um dos sobreviventes da Chapecoense
    0:29
  • Familiares de vítimas procuram destroços do MH370
    1:48

    Voo MH370

    Um grupo de familiares das vítimas do avião das linhas aéreas da Malásia, desaparecido em 2014, procuram destroços do aparelho em Madagáscar. As autoridades malaias estudam a posssibilidade de uma nova operação de buscas.

  • Primeiro-ministro em lágrimas ao reencontrar refugiado que recebeu no Canadá em 2015

    Mundo

    Justin Trudeau desfez-se em lágrimas no reencontro com um refugiado sírio, que ele recebeu no Canadá em 2015. No ano passado, Trudeau recebeu pessoalmente os refugiados no aeroporto, onde foi visto a entregar casacos de inverno aos migrantes. Esta segunda-feira, o primeiro-ministro conheceu algumas das famílias que se estabeleceram no país, numa reunião filmada pela emissora canadiana CBC.