sicnot

Perfil

País

PSD/Madeira cancela comício de rentrée política no Porto Santo

O PSD/Madeira anunciou esta quarta-feira o cancelamento do comício de rentrée política que estava marcado para o Porto Santo a 19 de agosto devido aos incêndios que têm assolado a região nos últimos dias.

Em comunicado, o PSD/Madeira explica que "não estão reunidas as condições para a realização do comício de rentrée política, marcado para o dia 19 de agosto no Porto Santo, ficando o mesmo sem efeito".

"Neste momento de grande aflição e dor para muitas famílias madeirenses, não poderíamos também deixar de manifestar a nossa solidariedade para com aqueles que foram mais atingidos por esta calamidade, em particular os que perderam familiares nesta tragédia, mas também todos os que viram as chamas destruírem as suas casas e outros bens", acrescenta o mesmo comunicado.

O PSD/Madeira deixa também uma "palavra de apoio ainda para todos aqueles que estiveram e estão no terreno e que tudo têm feito para salvaguardar vidas humanas e bens".

"Muitos deles, mesmo não tendo sido diretamente afetados pelos fogos, não hesitaram em contribuir no combate aos incêndios e no auxílio aos desalojados, demonstrando, uma vez mais, o grande espírito de solidariedade dos madeirenses", enaltece.

O Funchal foi o concelho mais afetado pelos incêndios que deflagraram na tarde de segunda-feira, e provocaram três vítimas mortais na zona da Pena (Santa Luzia), cerca de mil desalojados, dezenas de casas destruídas e avultados prejuízos materiais.

O Presidente da República, Marcelo Rebelo de Sousa, desloca-se esta quarta-feira à Madeira e o primeiro-ministro, António Costa, segue para o Funchal na quinta-feira para se inteirarem da situação na ilha provocada pelos incêndios.

Os hospitais dos Marmeleiros e João de Almada, os lares de idosos de Santa Isabel e Vale Formoso, as clínicas de Santa Luzia e Santa Catarina, além de centenas de moradias tiveram de ser evacuados.

A zona histórica de São Pedro, na baixa da cidade, foi uma das áreas onde chegou o fogo, tendo sido necessário retirar hóspedes de uma das unidades hoteleiras.

Lusa

  • "Só numa ditadura é possível tentar esconder o número de vítimas"
    0:51

    Tragédia em Pedrógão Grande

    O primeiro-ministro diz que é "lamentável" a tentativa de aproveitamento político à volta dos incêndios. António Costa esteve esta quarta-feira à tarde na Autoridade Nacional de Proteção Civil e, no final do briefing, disse que é preciso confiança nas instituições do Estado. O primeiro-ministro deixou ainda muitas críticas à oposição no caso da lista de vítimas de Pedrógão Grande.

  • Sociedade de Pneumologia recomenda cuidados com calor e incêndios

    País

    A Sociedade Portuguesa de Pneumologia (SPP) alertou esta quarta-feira para os riscos respiratórios decorrentes dos incêndios e temperaturas elevadas, sobretudo para quem sofre de doenças crónicas, propondo medidas preventivas e recordando o aumento de mortalidade associado ao calor.

  • E os 10 mais ricos de Portugal são...

    Economia

    A família Amorim lidera a lista dos mais ricos do país, com uma fortuna avaliada em 3840 milhões de euros. Em segundo lugar surge Alexandre Soares dos Santos com 2532 milhões de euros. A família Guimarães de Mello ainda entra para o top 3, com um valor de 1471 milhões de euros. A lista foi elaborada pela revista EXAME, que conclui que os ricos estão ainda mais ricos, pela quarta vez consecutiva.

    Bárbara Ferreira

  • "Estou grávida! Estou a morrer!"
    1:14
  • Mulher vive sozinha numa ilha há 40 anos

    Mundo

    Zoe Lucas é a única pessoa a viver numa ilha canadiana, no norte do Atlântico. Nas últimas quatro décadas, a mulher de 67 tem partilhado a ilha Sable com cerca de 400 cavalos selvagens e 350 espécies de pássaros.