sicnot

Perfil

País

Paredes de Coura acaba com fogo-de-artifício nas festas e dá dinheiro aos bombeiros

NUNO ANDR\303\211 FERREIRA

O concelho de Paredes de Coura não vai realizar este ano a habitual sessão de fogo-de-artifício nas festas do concelho e vai dar o montante que gastaria no espetáculo pirotécnico à associação humanitária dos bombeiros locais.

Em comunicado, aquela autarquia do Alto Minho explicou que a medida foi anunciada esta quarta-feira pelo presidente da Câmara Municipal, Vítor Paulo Pereira, na sessão comemorativa do dia do concelho.

"Este é um claro sinal de pedagogia e prevenção, ajudando quem mais combate o flagelo dos fogos num gesto de nobre cidadania. É uma questão de sensatez e não se trata de pôr em causa uma tradição", afirmou o presidente da Câmara, Vítor Paulo Pereira, citado naquela nota.

Segundo o autarca socialista "as tradições também podem mudar ou acabar, se isso significar avanço civilizacional".

"Não faz sentido ver os bombeiros a lutar e outros membros da comunidade incrementar o risco de incêndio, por menor que este seja. Fora da época de verão, quando não existe risco, aí a situação é outra", referiu.

Naquela cerimónia do dia do concelho Vítor Paulo Pereira distinguiu, entre outras personalidades, o antigo bombeiro, Domingos Rocha, com a medalha de prata do município.

De acordo com a autarquia, "nos últimos dias Paredes de Coura tem sido fustigada por inúmeros fogos florestais, alguns de grande relevo com especial incidência nas freguesias de Rubiães e Vascões, bem como na área da Paisagem Protegida de Corno do Bico.

"Para estes fogos florestais foram mobilizados todos os bombeiros do concelho, com o apoio das corporações vizinhas e Juntas de Freguesia, para além da ajuda de inúmeros populares que se juntaram aos operacionais, que tudo fizeram para salvar as pessoas e minimizar os estragos nas propriedades e bens", frisou.

As festas do concelho de Paredes de Coura começaram no passado dia 1 e terminam no domingo.

Lusa

  • Ex-diretor do Fisco desmente Núncio sobre transferências para offshores

    Economia

    O ex-diretor geral da Autoridade Tributária, José de Azevedo Pereira, acusou esta sexta-feira o ex-secretário de Estado dos Assuntos Fiscais, Paulo Núncio, de não ter autorizado a divulgação das polémicas transferências para paraísos fiscais, isto depois do antigo governante ter dito que a decisão pela não publicação tinha sido da responsabilidade do Fisco.

  • Ferro Rodrigues desvaloriza críticas do CDS
    3:24

    Caso CGD

    Marcelo Rebelo de Sousa fez questão de receber em público Ferro Rodrigues antes de um almoço com o presidente da Assembleia da República. O Presidente também recebeu a representante do CDS-PP, Assunção Cristas, que foi apresentar queixa de Ferro Rodrigues e da maioria de esqueda em relação à comissão de inquérito da Caixa Geral de Depósitos. Ferro Rodrigues desvalorizou as críticas.

  • Luaty Beirão agredido em manifestação em Luanda
    1:27

    Mundo

    Luanda tem sido palco de várias manifestações contra a forma como está a decorrer o processo eleitoral em Angola. Esta sexta-feira, uma dessas manifestações acabou em confrontos com as autoridades. Entre os manifestantes estava o ativista Luaty Beirão.

  • Regime de Pyongyang nega envolvimento na morte de Kim Jong-nam 
    1:53

    Mundo

    A polícia da Malásia diz que o irmão do líder da Coreia do Norte foi morto com uma arma química. Os investigadores encontraram vestígios de gás VX no corpo de Kim Jong-nam, um gás letal proibido pelas convenções internacionais. O Governo da Coreia do Sul pediu esta sexta-feira ao regime de Pyongyang que admita que está por detrás da morte de Kim Jong-nam mas o mesmo já veio negar o envolvimento no assassinato.