sicnot

Perfil

País

Proteção Civil alerta para efeitos do calor e do fumo dos incêndios na saúde

OCTAVIO PASSOS / LUSA

A Proteção Civil alertou hoje para a continuação do tempo quente e seco, condições agravadas pela intensificação do vento que "dificultam a supressão dos incêndios e facilitam a sua propagação" e podem ter efeitos na saúde pública.

"De acordo com a informação atualizada e disponibilizada pelo IPMA (Instituto Português do Mar e da Atmosfera), salienta-se, para as próximas 48 horas, a persistência das condições associadas a tempo quente e seco, agravadas pela intensificação do vento", refere a proteção civil, num aviso à população.

A Autoridade Nacional de Proteção Civil (ANPC) afirma que as condições meteorológicas e de qualidade do ar, associadas à ocorrência de incêndios florestais, "podem ter efeitos significativos na saúde pública, particularmente nos grupos mais vulneráveis da população".

Por outro lado, "estas condições meteorológicas dificultam a supressão dos incêndios e facilitam a sua propagação".

A ANPC apela à população para que tenha cuidados redobrados e adote comportamentos de precaução, para evitar os incêndios florestais.

Entre as condições meteorológicas enumeradas pela Proteção Civil estão, nas regiões do litoral, vento de noroeste até 35 quilómetros por hora, com rajadas de cerca de 60 quilómetros por hora, durante a tarde, e, temporariamente, de sudoeste, na costa sul do Algarve.

Nas terras altas do norte e centro, haverá "fluxo de nordeste moderado a forte, a partir do início da tarde, em particular acima dos 800 metros".

A humidade relativa do ar ficará abaixo de 15% no interior so país.

A Proteção Civil recorda que, nesta altura do ano, não é permitido nos espaços rurais realizar queimadas ou fogueiras para recreio ou lazer, utilizar equipamentos de queima e de combustão destinados à iluminação ou à confeção de alimentos.

Lançar balões com mecha acesa ou qualquer outro tipo de foguetes, fumar ou fazer lume nos espaços florestais e vias que os circundem também não são permitidos.

Beber água, manter a casa arejada e evitar a exposição ao sol, nas horas de mais calor, são outros conselhos da Proteção Civil, além de recomendar atenção especial aos recém-nascidos, crianças, pessoas idosas e pessoas doentes, que podem não sentir, ou não manifestar sede, mas devem hidratar-se.

Lusa

  • Confrontos entre gangues rivais na prisão brasileira de Natal

    Mundo

    Dois gangues rivais entraram em confronto na Penitenciária de Alcaçuz, a mesma onde morreram 26 presos num motim esta semana, avança a agência France Press. O site da Globo refere que há um morto e sete feridos. O Exército já foi chamado a intervir.

    Em desenvolvimento

  • As crianças e o frio. O que vestir
    1:58

    País

    O médico Pedro Ribeiro da Silva, da Direção-Geral da Saúde, aconselha especial cuidado com as extremidades do corpo - usar luvas e gorros. E demasiado agasalhadas pode levá-as a transpirar mais e, consequentemente, desidratar.

  • Transportes públicos de Cascais vão ficar mais baratos
    2:32

    Economia

    Os transportes públicos de Cascais vão ficar mais baratos já a partir do próximo mês e a poupança nos passes combinados pode chegar até aos 12 euros por mês. Para além disso, foram criados 1280 lugares de estacionamento gratuito junto às estações da CP e Governo reafirma ainda que a linha será alvo de obras de melhoramentos este ano. Em 2016 passaram pela linha de Cascais 25 milhões de passageiros, mais 2,9% que no ano anterior.

  • Edíficio histórico de Teerão desmorona-se durante incêndio
    1:20
  • Cantora da Lambada encontrada morta carbonizada

    Cultura

    A cantora brasileira Loalwa Braz Vieira, ícone da Lambada do fim dos anos 80 e intérprete da música "Chorando se foi", foi encontrada morta num carro incendiado em Saquarema, Rio de Janeiro. A notícia é avançada pela Globo.