sicnot

Perfil

País

"Queremos, o mais rapidamente possível, voltar à normalidade"

"Queremos, o mais rapidamente possível, voltar à normalidade"

O Presidente do Governo Regional da Madeira fez o primeiro ponto da situação de hoje, no Funchal, esta manhã. De acordo com Miguel Albuquerque, deram entrada nas urgências mais de 300 pessoas. 80 pessoas continuam internadas em diferentes hospitais e, apesar da melhoria do vento, há ainda diversos focos de incêndio ativos que preocupam as autoridades. Albuquerque considera que a situação é grave mas é preciso repor a normalidade na ilha, o quanto antes.