sicnot

Perfil

País

Um morto e duas viaturas dos sapadores destruídas pelas chamas em Ferreira do Zêzere

LUSA/ ARQUIVO

Um incêndio rural na zona de Dornes, no concelho de Ferreira do Zêzere, provocou um morto e destruiu duas viaturas dos sapadores, disse hoje à Lusa uma fonte do Comando Distrital de Operações de Socorro (CDOS) de Santarém. O morto é um turista alemão que estava numa caravana, disse a Proteção Civil.

Em declarações à agência Lusa, o responsável pela Proteção Civil do município de Ferreira do Zêzere, Pedro Mendes, disse que o incêndio começou debaixo de um telheiro, cerca das 03:40, em Vale Serrão, na freguesia de Nossa Senhora do Pranto (Dornes), onde estava estacionada a caravana, com um único ocupante, com cerca de 40 anos.

No local estava também uma carrinha da junta de freguesia da localidade e dois jipes dos sapadores florestais.

Segundo a mesma fonte, o incêndio "terá possivelmente deflagrado no interior da caravana", tendo as chamas alastrado à carrinha de nove lugares, propriedade da junta de freguesia, e às duas viaturas dos sapadores.

"A caravana, a carrinha e uma das viaturas dos sapadores florestais arderam por completo, tendo a segunda viatura dos sapadores ardido parcialmente", acrescentou Pedro Mendes.

Fonte do Comando Distrital de Operações de Socorro (CDOS) de Santarém tinha dito esta manhã à Lusa que foi recebido o alerta sobre um incêndio rural na zona de Dornes e que tinha morrido um vigilante do parque de sapadores.

Contudo, mais tarde, o CDOS esclareceu que o fogo "ocorreu na caravana onde estava o turista, na zona de guarda dos equipamentos dos sapadores, tendo-se propagado às restantes viaturas".

O incêndio foi dado como extinto às 04:15.

No local estiveram as corporações de bombeiros de Ferreira do Zêzere, Tomar e Cernache, com 26 operacionais e sete viaturas, a GNR e a Polícia Judiciária.

Lusa

  • Leão de Ouro de Souto de Moura faz "muito bem à alma" dos portugueses
    1:53
  • "Sonho com um futuro melhor", o desejo de um jovem sírio em Portugal
    2:12

    País

    Mais de 50 jovens sírios chegaram esta madrugada a Lisboa, para iniciarem o novo ano letivo, em Portugal. Sonham com um futuro melhor. Sonham com uma educação melhor. Os 54 estudantes vieram ao abrigo do programa lançado pelo antigo Presidente da República, Jorge Sampaio, que nos últimos anos já deu uma nova oportunidade a cerca de 200 alunos.

  • Na linha do triunfo
    16:49
  • Chamas do incêndio no Europa Park na Alemanha atingiram os 15 metros de altura
    0:57