sicnot

Perfil

País

Fogo no concelho da Calheta limitado a zona florestal

​O incêndio na freguesia da Calheta, na Madeira, afeta neste momento zonas florestais e está a ser combatido por reforços que chegaram do Funchal e do continente, disse à Lusa o autarca do concelho.

"Estamos neste momento [09h] na freguesia dos Prazeres. O incêndio encontra-se agora numa fase muito melhor do que se encontrava ontem à noite. Neste momento é só um incêndio florestal e já não se encontram habitações em perigo", disse à Lusa Carlos Teles, presidente da Câmara da Calheta.

O autarca sublinhou que o concelho recebeu nas últimas horas reforços da cidade do Funchal e uma equipa da GNR do continente.

"Numa situação destas todos os reforços são poucos mas, de qualquer das maneiras, os homens dos Açores (corporações de bombeiros das ilhas de S. Miguel e da Terceira) deram-nos ontem uma ajuda muito importante e hoje temos aqui estes 52 homens do continente que também são experientes e que nos vão ajudar bastante durante o dia", referiu Carlos Teles.

A Calheta é o maior concelho da Região Autónoma da Madeira, constituído por oito freguesias, numa extensão de 116 quilómetros quadrados.

A zona foi afetada pelo fogo durante as últimas 24 horas mas ainda não é possível contabilizar os estragos, sobretudo o número de casas que foram atingidas pelas chamas.

"Estamos agora fazer esse levantamento e só ao final do dia e que vamos ter esses números. Neste momento, não temos nenhum desalojado. Anteontem à noite chegámos a ter 64 mas entretanto foram regressando às suas casas e também tivemos 50 turistas que estavam instalados numa unidade hoteleira mas foram reencaminhados para outros hotéis no Funchal", especificou o autarca.

Desde segunda-feira que a Madeira sofre uma vaga de incêndios, sendo que no Funchal morreram três pessoas.

Lusa

  • PS vai continuar a procurar entendimentos à esquerda
    1:38
  • Carlos César admite diálogo "mais fácil" com PSD de Rio
    1:36

    País

    O presidente e líder parlamentar do PSD diz que o partido não precisa de novos aliados, mas acredita que vai ser mais fácil dialogar com o PSD liderado por Rui Rio, Carlos César visitou esta segunda-feira as regiões afetadas pelos incêndios do ano passado, no primeiro dia das jornadas parlamentares dos socialistas.

  • 22 mortos devido a gripe H1N1 no Equador

    Mundo

    Uma epidemia de gripe H1N1 provocou a morte de 22 pessoas no Equador, onde estão diagnosticados perto de 500 casos, anunciou esta segunda-feira o vice-ministro da Saúde, Carlos Duran.

  • Benfica é o único clube português na lista dos mais ricos
    1:34
  • Papa pede perdão a vítimas de abusos por ter usado expressão "menos feliz"
    1:21

    Mundo

    No final da visita à América Latina, já no avião de regresso a Roma, o Papa Francisco pediu desculpa às vítimas de abusos sexuais no Chile. O líder da Igreja católica considerou que utilzou uma expressão menos "feliz" quando saiu em defesa do bispo Juan Barros, exigindo "provas" a quem o acusa de não ter agido.

  • Os três pontos de Ronaldo
    1:16
  • Decifrado pergaminho encontrado há 50 anos

    Mundo

    Investigadores israelitas reconstituíram e decifraram um dos dois manuscritos de pergaminhos do Mar Morto que nunca tinham sido interpretados desde que foram descobertos há meio século, anunciou a universidade israelita de Haifa.

  • Refeição de 1.100 euros em Veneza

    Mundo

    O centro de Veneza oferece os mais variados restaurantes. Com menu obrigatório, sem menu, com taxas, sem taxas, sentando ou em pé. Depois há aqueles restaurantes que cobram 1.100 euros por cinco pratos acompanhados por água. O caso aconteceu com quatro turistas japoneses, que depois de pagarem a conta, apresentaram queixa às autoridades. O presidente da Câmara da cidade italiana já disse que ia investigar a situação e, caso se confirmasse, prometeu que iria castigar os responsáveis.

    SIC