sicnot

Perfil

País

Governo madeirense afirma que turismo está "a regressar à normalidade"

​As atividades turísticas na Madeira estão a regressar à normalidade, após os incêndios que atingiram a ilha nos últimos dias, com a reabertura de atrações turísticas no Funchal e dos caminhos pedestres recomendados, informou o Governo Regional.

Numa nota, a Secretaria Regional da Economia, Turismo e Cultura da Região Autónoma da Madeira informou que "todos os turistas regressaram às unidades" hoteleiras de que tinham sido retirados "ou foram instalados em novas unidades, estando a situação totalmente regularizada".

Na nota, o Governo Regional acrescentou também que todos os passeios pedestres oficialmente recomendados estão operacionais, apesar de poderem "existir alguns condicionamentos de trânsito devido às operações de rescaldo em algumas zonas".

Na sexta-feira à tarde reabrirá o Jardim Botânico e o Teleférico do Monte reabrirá na sexta-feira ao meio-dia, enquanto o Teleférico do Funchal está operacional, destacou.

"Todas as restantes atividades, quer em terra quer no mar, bem como as atrações turísticas do Funchal, encontram-se disponíveis aos turistas, sem restrições, sendo que a larga maioria nem chegou a ser afetada", de acordo com a Secretaria Regional, que realçou que este "regresso à normalidade" foi constatado no terreno pelo secretário regional da Economia, Turismo e Cultura e pela diretora regional do Turismo.

O Governo Regional disponibilizou uma linha de informação permanente através do número 351 211140200.

Os incêndios que afetaram esta semana o Funchal provocaram três mortos e centenas de residentes e turistas tiveram de ser retirados de casas e hotéis.

Lusa

  • As primeiras decisões do Presidente Trump
    1:39
  • "Há sobretudo um fosso entre o discurso que Trump faz e os de Obama"
    6:13

    Opinião

    Cândida Pinto e Ricardo Costa analisaram a tomada de posse de Donald Trump. O diretor de informação da SIC disse que o discurso de Trump "mexe com a sua base de apoio" e defende que "a grande questão não vai ser a relação com a Rússia, mas sim com a China". Já a Editora de internacional disse que o discurso foi "voltado para dentro, nacionalista, partidarista, com ataque à elite de Washington".

    Ricardo Costa e Cândida Pinto

  • Celebridades protestam contra Trump
    3:00

    Mundo

    Tem sido assim desde a campanha e continua. Grande parte da comunidade de artistas não está nada contente com o Presidente eleito. Vários artistas aproveitaram o dia da tomada de posse para se reunirem em Nova Iorque e protestarem contra Donald Trump.

  • Artista que criou poster de Obama quer invadir EUA com símbolos de esperança

    Mundo

    Shepard Fairey - o artista por trás do tão conhecido cartaz vermelho e azul "Hope" de Barack Obama, durante a campanha eleitoral de 2008 nos EUA - produziu uma série de novas imagens a tempo da tomada de posse de Donald Trump, na sexta-feira. Agora, o artista e a sua equipa querem manifestar uma posição política com a campanha "We The People", contra as ideias que o Presidente eleito tem defendido.

  • Cantora brasileira conhecida pela "Lambada" terá sido assassinada
    1:25

    Mundo

    Terá sido assassinada a cantora brasileira conhecida em Portugal pela "lambada", um ritmo que marcou o fim dos anos 90. Foi encontrada carbonizada dentro do próprio carro depois de assaltada em casa. Três suspeitos suspeitos do homicídio da cantora Loalwa Braz foram já detidos.