sicnot

Perfil

País

O tempo para hoje

O tempo para hoje

O Instituto Português do Mar e da Atmosfera (IPMA) prevê para hoje no continente céu pouco nublado ou limpo, aumentando temporariamente de nebulosidade durante a tarde no interior da região sul, vento fraco a moderado do quadrante leste, soprando temporariamente de noroeste no litoral oeste durante a tarde.

Nas terras altas prevê-se vento moderado do quadrante leste, sendo moderado a forte, com rajadas até 70 quilómetros por hora, até meio da manhã e a partir do final da tarde.

Está também prevista uma pequena subida de temperatura nas regiões Centro e Sul.

Na Madeira prevê-se períodos de céu muito nublado, apresentando-se geralmente pouco nublado nas vertentes sul, vento moderado de nordeste, soprando por vezes forte nos extremos leste e oeste da ilha, rodando para norte durante a tarde e pequena descida da temperatura mínima.

Para os Açores a previsão aponta para períodos de céu muito nublado com boas abertas, possibilidade de aguaceiros fracos no grupo oriental (Santa Maria e São Miguel) e vento leste fraco a bonançoso.

No que diz respeito às temperaturas, em Lisboa vão variar entre 20 e 25 graus Celsius, no Porto entre 19 e 30, em Braga entre 16 e 34, em Viana do Castelo entre 18 e 31, em Vila Real entre 14 e 30, em Viseu entre 15 e 31, em Bragança entre 10 e 29, na Guarda entre 12 e 28, em Coimbra entre 21 e 35, em Castelo Branco entre 19 e 34, em Portalegre entre 21 e 34, em Santarém entre 20 e 39, em Évora entre 17 e 37, em Beja entre 19 e 37, em Faro entre 22 e 33, no Funchal entre 20 e 27, em Ponta Delgada e na Horta entre 20 e 25 e em Santa Cruz das Flores entre 21 e 26.

  • Queda de avioneta em Espanha causa 4 mortos

    Mundo

    Uma avioneta com destino a Cascais, em que seguia uma família de quatro pessoas - dois adultos e dois menores - caiu em Sotillo de las Palomas, em Toledo, Espanha.

    Em desenvolvimento

  • Um discurso histórico com os pedidos de sempre
    2:30

    País

    Jerónimo de Sousa voltou este domingo a pedir a renegociação da dívida e a saída de Portugal do euro. Num discurso historicamente curto, apenas 15 minutos, no encerramento do Congresso do PCP, o reeleito secretário-geral comunista anunciou que o aumento dos salários e a reversão das alterações à legislação laboral são duas prioridades para os próximos tempos.

  • Mais de 50 milhões de italianos decidem futuro do país
    1:43

    Mundo

    Este domingo, está nas mãos de mais de 50 milhões de eleitores italianos o futuro do país. Mais do que um voto à reforma constitucional, o referendo terá consequências políticas diretas no Governo italiano. As urnas fecham às 23h00, 22h00 em Lisboa. Os primeiros resultados são esperados meia hora depois.