sicnot

Perfil

País

Quarenta bungalows do Choupana Hills não foram atingidos pelas chamas

(SIC/Arquivo)

O hotel Choupana Hills, no Funchal, ficou parcialmente queimado num dos incêndios que assolou a região, com as zonas comuns destruídas, à exceção do SPA e de 40 dos 62 bungalows.

O hotel "está parcialmente queimado" e as zonas comuns estão todas destruídas, à exceção do SPA, apesar de dos 62 bungalows, cerca de 40 não terem sido atingidos pelas chamas.

De acordo com a mesma fonte, as seguradoras iam iniciar os processo de peritagem hoje, mas devido às temperaturas elevadas que ainda se fazem sentir nos edifícios têm que aguardar por condições técnicas para avançar.

SIC

O Choupana Hills pede ainda "a todas as pessoas que tenham feito reservas no hotel que contactem os seus agentes de viagens", garantindo que "o hotel assegura o reembolso, assim que possível, de todos aqueles que consigam confirmar as reservas".

Três pessoas morreram na terça-feira, no Funchal, na sequência dos incêndios que deflagraram no concelho na segunda-feira.

SIC

O fogo provocou ainda cerca de mil desalojados, entre residentes e turistas, e muitas casas e um hotel (Choupana Hills) foram afetados pelo fogo.

Os prejuízos materiais são avultados, mas não estão ainda contabilizados.

Lusa

  • O que resta do Choupana Hills da Madeira
    0:56

    País

    Era um dos hoteis mais emblemáticos do Funchal e foi completamente destruído pelas chamas. O Choupana Hills não conseguiu resistir à força das chamas numa zona que era considerada até ontem um refúgio verde na ilha da Madeira

  • Governo sírio só aceitará cessar-fogo após retirada de rebeldes
    1:29

    Mundo

    O Presidente sírio Bashar Al- Assad diz que só aceitará um acordo de cessar-fogo em Alepo que inclua a retirada de todos os rebeldes da cidade. Na Alemanha, Merkel considerou que a situação na Síria é vergonhosa devido à incapacidade da comunidade internacional aliviar o conflito.

  • Quando se confunde o pedal do travão com o acelerador
    0:38

    Mundo

    Na China, chegam imagens de um acidente fora do normal. Um homem parou o carro e saiu para cumprimentar um amigo. Enquanto conversavam, a viatura começou a descair lentamente. O condutor correu de imediato para o carro. Com as mãos já no volante, tentou evitar o pior mas em vez de carregar no travão, carregou no acelerador.

  • Como (não) travar no gelo
    1:02

    Mundo

    Um vídeo gravado em Montreal, no Canadá, mostra como é quase impossível travar em estradas cobertas de gelo.