sicnot

Perfil

País

Autoridades alertam para níveis de ozono em Lisboa e Vale do Tejo

A concentração de ozono no ar deverá ultrapassar os níveis definidos como passíveis de afetar a saúde na região de Lisboa e Vale do Tejo no fim de semana, alertou esta sexta-feira a autoridade regional.

Segundo uma nota da Comissão de Coordenação e Desenvolvimento Regional (CCDR) de Lisboa e Vale do Tejo, nos dias 13 e 14 de agosto prevê-se "a ocorrência de níveis elevados de ozono na região", que podem "ultrapassar o valor de concentração de ozono de 180 µg/m3 (microgramas por metro cúbico), definido como limiar de informação ao público para este poluente".

A CCDR esclareceu que, para estes valores, "o ozono pode provocar alguns efeitos na saúde humana, especialmente em grupos da população mais sensíveis, tais como crianças, idosos, asmáticos" e pessoas "com outras doenças respiratórias ou cardíacas".

"A exposição a este poluente afeta, essencialmente, as mucosas oculares e respiratórias, podendo o seu efeito manifestar-se através de sintomas como tosse, dores de cabeça, dores no peito, falta de ar e irritações nos olhos", avisou a Divisão de Avaliação e Monitorização Ambiental da CCDR.

No comunicado, salienta-se ainda que os níveis mais elevados de concentração de ozono estão previstos "para o período da tarde, durante o qual é recomendável que os grupos mais sensíveis da população reduzam ao mínimo a atividade física intensa ao ar livre e evitem a permanência no exterior".

Os valores de ozono foram hoje ultrapassados nas regiões de Aveiro e Ílhavo, enquanto na quarta-feira se registaram concentrações elevadas deste poluente nas estações dos concelhos de Montemor-o-Velho e de Leiria.

Lusa

  • Líderes europeus unidos para iniciar saída do Reino Unido
    2:08
  • 100 dias de Trump em 04'30''
    4:33

    Pequenas grandes histórias

    Donald Trump tomou posse como 45º Presidente dos EUA dia 20 de janeiro de 2017, faz este sábado, 100 dias. Prometeu grandes mudanças, mas os planos acabaram por chocar de frente com a realidade e a burocracia de Washington, como foi o caso do Obamacare. Foi a primeira ordem executiva que assinou, no dia em que tomou posse, mas a revogação está longe de acontecer.

  • Marcelo recebido por multidão na Ovibeja
    2:52