sicnot

Perfil

País

Autoridades alertam para níveis de ozono em Lisboa e Vale do Tejo

A concentração de ozono no ar deverá ultrapassar os níveis definidos como passíveis de afetar a saúde na região de Lisboa e Vale do Tejo no fim de semana, alertou esta sexta-feira a autoridade regional.

Segundo uma nota da Comissão de Coordenação e Desenvolvimento Regional (CCDR) de Lisboa e Vale do Tejo, nos dias 13 e 14 de agosto prevê-se "a ocorrência de níveis elevados de ozono na região", que podem "ultrapassar o valor de concentração de ozono de 180 µg/m3 (microgramas por metro cúbico), definido como limiar de informação ao público para este poluente".

A CCDR esclareceu que, para estes valores, "o ozono pode provocar alguns efeitos na saúde humana, especialmente em grupos da população mais sensíveis, tais como crianças, idosos, asmáticos" e pessoas "com outras doenças respiratórias ou cardíacas".

"A exposição a este poluente afeta, essencialmente, as mucosas oculares e respiratórias, podendo o seu efeito manifestar-se através de sintomas como tosse, dores de cabeça, dores no peito, falta de ar e irritações nos olhos", avisou a Divisão de Avaliação e Monitorização Ambiental da CCDR.

No comunicado, salienta-se ainda que os níveis mais elevados de concentração de ozono estão previstos "para o período da tarde, durante o qual é recomendável que os grupos mais sensíveis da população reduzam ao mínimo a atividade física intensa ao ar livre e evitem a permanência no exterior".

Os valores de ozono foram hoje ultrapassados nas regiões de Aveiro e Ílhavo, enquanto na quarta-feira se registaram concentrações elevadas deste poluente nas estações dos concelhos de Montemor-o-Velho e de Leiria.

Lusa

  • "Tudo o que o Benfica está a fazer é uma forma de coação"
    1:59
    Play-Off

    Play-Off

    DOMINGO 22:00

    As queixas do Benfica contra a Federação Portuguesa de Futebol e a Liga foram tema de debate no Play-Off da SIC Notícias. Rodolfo Reis, Manuel Fernandes e Rui Santos acreditam que a posição está relacionada com o clássico Benfica-Porto do próximo sábado. Já João Alves considera que estes comunicados podem prejudicar o Benfica.

  • A primeira vez do Sr. Árbitro
    12:41
  • O pedido de desculpas de Dijsselbloem
    2:12

    Mundo

    O Governo português continua a mostrar a indignação que diz sentir perante as declarações do presidente do Eurogrupo. O ministro dos Negócios Estrangeiros português garante que com Dijsselbloem "não há conversa possível". Jeroen Dijsselbloem começou por recusar pedir desculpa mas depois cedeu perante a onda de indignação.